Política & Justiça

CEI das Obras Paradas é instalada na Câmara de Goiânia

diario da manha
Foto:Câmara Municipal de Goiânia/Wictória Jhefany

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) das Obras Paradas da Prefeitura Municipal foi instalada nesta terça-feira, 3, durante sessão na Câmara Municipal de Goiânia. Na ocasião, com a maioria dos votos, o vereador Alysson Lima (PRB) foi escolhido como presidente da comissão e o Delegado Eduardo Prado (PV) como relator.

Em publicação no site oficial da Casa, Alysson afirma que a CEI foi aprovada em novembro de 2017 e desde então vem sofrendo uma série de intervenções que atribui à base do prefeito, especialmente nos últimos 30 dias, para dificultar a instalação.

“O tema é melindroso e espinhoso, temos que admitir, pois envolve verbas municipais e federais, além de empreiteiras. Minha opinião é a de que estão tentando fragilizar esta comissão e suas investigações”, destacou.

Apuração

O presidente da CEI explica que o objetivo da apuração é traçar um panorama das obras paradas na capital e acessar aos contratos e aditivos para assim descobrir os motivos pelos quais as construções seguem paralisadas ou não foram entregues no cronograma previsto.

Durante as reuniões, os vereadores também devem analisar e fazer um levantamento sobre os recursos enviados para a gestão municipal destinado para estas construções.

Alysson ressalta que além das obras da Marginal Botafogo e Marginal Cascavel, pelo menos outras 40 obras públicas seguem paradas em Goiânia. Destas, 13 são Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs); obras de infraestrutura, drenagem e pavimentação de vários bairros e praças em diversos setores e regiões da capital.

“O total de construções paradas relativas a todas as secretarias do município só poderá ser conhecido depois do recebimento dos relatórios solicitados. Os prejuízos aos cofres públicos chegam a cerca de R$40 milhões, envolvendo o projeto original e, na maior parte das vezes, a recontratação de empresas”, afirma o vereador.

Na próxima terça-feira, 10, o secretário Municipal de Infraestrutura, Francisco Ivo deve comparecer às 14h30 para oitiva na Câmara Municipal. Na ocasião, a CEI vai pedir informações concretas e atualizadas sobre as obras que foram iniciadas e paralisadas, bem como o motivo de cada interrupção e a previsão para a retomada dos trabalhos.

Comentários