Política & Justiça

Homem é condenado por furto após fazer ‘gato’ com energia elétrica em Anápolis

diario da manha

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) condenou, nesta segunda-feira (06/08), um homem pelo crime de furto de energia elétrica em Anápolis. Segundo o órgão, Weller Rosa De Souza teria feito um “gato” entre a rede de energia da Celg e sua residência.

O juiz Pedro Paulo de Oliveira condenou Weller a dois anos de reclusão durante sessão realizada no dia 16 de julho na comarca do município. No entanto, a pena foi substituída pela prestação de serviços à comunidade e limitação de fim de semana. A denúncia do “gato” na energia elétrica foi registrada em 12 maio de 2011, no setor Vila Santa Maria de Nazareth.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), o homem teria feito a ligação clandestina depois de ter sua energia suspensa por falta de pagamento. Quando a empresa teve ciência do caso, realizou a perícia no local e confirmou o desvio de energia mediante fraude.

No julgamento, Weller relatou que quando se mudou para a residência, após o falecimento de seu pai, o “gato” já existia no local. O acusado ainda alegou que descobriu a irregularidade somente quando a equipe da Celg foi averiguar o caso.

Após a análise das provas apresentadas, o MPGO pediu a condenação do indivíduo, argumentando que ficou comprovada a autoria do crime e a utilização da energia de origem clandestina.

(Foto destaque: meramente ilustrativa)

Comentários