Política & Justiça

Frota é condenado por injúria e difamação contra Jean Wyllys

diario da manha

O ator e deputado federal de São Paulo, Alexandre Frota, do PSL, foi condenado a 2 anos e 26 dias de detenção por injúria e difamação em um processo aberto pelo deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ). A sentença foi dada nesta terça-feira (18/12), pela Justiça Federal de São Paulo.
A denúncia foi feita em abril do ano passado devido uma postagem com uma foto de Wyllys, que o ator fez em seu perfil de rede social. “A pedofilia é uma prática normal em diversas espécies de animal (sic), anormal é o seu preconceito”, escreveu.
A pena que deveria ser cumprida em regime aberto foi substituída por prestação de serviços a comunidade e limitações aos finais de semana. Frota ainda terá que pagar uma multa de cerca de R$ 295 mil.
A juíza responsável pela decisão, afirmou durante o julgamento que “A frase foi criada com a finalidade de difamar Jean Wyllys, causando na comunidade cibernética o sentimento de repúdio por empatia emocional com as vítimas de pedofilia”.
Pelo crime cibernético não ser comtemplado pela Lei da Ficha Limpa, Frota poderá assumir o cargo de deputado.

Comentários