Política & Justiça

Assembleia aprova título de cidadão goiano a Bolsonaro

diario da manha

Os deputados estaduais aprovaram na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) nesta terça-feira (09/04), o título de cidadão goiano ao presidente Jair Bolsonaro (PSL). De autoria do deputado Humberto Teófilo (PSL), o projeto de lei “é uma forma de homenagear Bolsonaro pelos relevantes serviços prestados a Goiás, ao Brasil e à Democracia”, afirma o parlamentar.

Entretnto, a proposta teve cinco votos contrários: Alysson Lima (PRB), Vinicius Cirqueira (Pros), Antônio Gomide (PT), Adriana Accorsi (PT) e Lêda Borges (PSDB). Para Adriana, “o título de cidadão tem que ser dado para pessoas que prestem serviços relevantes para Goiás”.

Já a deputada Lêda Borges disse que “um presidente que retira direitos sociais do povo, que prejudica os indígenas, segura um ministro da Educação incompetente por quatro meses, coloca agora outro igualmente ruim e incentiva a guerra, não merece esse título”. Segundo a tucana, o Brasil tem um presidente que “prefere discutir ideologia em vez de cuidar de questões realmente importantes”.

No entanto, o parlamentar Álvaro Guimarães (DEM) disse que Goiás “precisa do atual presidente para superar a crise em que se encontra”. Para o deputado, o título seria uma motivação para que Bolsonaro ajude o estado. O parlamentar ainda citou outras pessoas, que não mereceriam, receberam honrarias da Casa.

Para Amilton Filho (PSD), Bolsonaro tem causado insegurança, até mesmo em eleitores dele, mas ressaltou a quantidade de votos recebida por ele em Goiás como justificativa. “É um momento de dar um voto de confiança a ele”, disse.

Comentários