Política & Justiça

Militar que dava apoio a comitiva de Bolsonaro é preso com 39 kg de cocaína na Espanha

diario da manha

Nesta quarta-feira (26), autoridades espanholas informaram que o sargento da Aeronáutica flagrado com 39 quilos de cocaína divididos em 37 pacotes em uma mala de mão foi colocado em detenção provisória.

O brasileiro foi detido no Aeroporto de Sevilha nesta terça-feira (25), ele deixou a Base Aérea de Brasília no avião reserva da Presidência, que levou três tripulações que dava apoio à comitiva do presidente Jair Bolsoanaro (PSL), que participa da Cúpula do G-20, no Japão.

Apresentado em um tribunal nesta quarta, o militar foi colocado em detenção provisória. Ainda nesta desta terça, Bolsonaro disse, nas redes sociais, que determinou que o Ministério da Defesa colabore com as investigações da Polícia da Espanha.

O avião presidencial faria escala na mesma cidade espanhola antes de seguir para o Japão, mas, após a prisão do oficial, seguiu para Portugal. Jair Bolsonaro retorna ao Brasil apenas na próxima semana.

tags:

Comentários