Política & Justiça

Justiça obriga Dória à devolver apostilas recolhidas sobre diversidade sexual

O governador de São Paulo retirou as apostilas na semana passada, por considerar seus conteúdos como ideologia de gênero. A juíza defende que essa retirada é um prejuízo ao aprendizado dos alunos

diario da manha
Foto: Reprodução

Nesta terça-feira (10), a justiça determinou que os materiais didáticos recolhidos, a pedido do governador de São Paulo João Dória, fossem devolvidos ao Ensino Fundamental da rede do Estado. O recolhimento foi realizado porque João Dória considerou que o conteúdo das apostilas é uma “apologia à ideologia de gênero”.

Esta decisão foi tomada após julgamento de uma ação realizada por um coletivo de professores e pesquisadores de universidades públicas do estado de São Paulo contra a decisão do governador..

A juíza Paula Fernanda de Souza determinou a suspensão do recolhimento destes materiais. Além disso, as apostilas devem ser conservadas e devolvidas às escolas em um prazo de 48 horas. Caso os materiais didáticos não sejam devolvidos, o governo poderá pagar multa.

“Não há dúvidas que a retirada do material suprimiria conteúdo de apoio de todo o bimestre de diversas áreas do conhecimento humano aos alunos do oitavo ano da rede pública, com concreto prejuízo ao aprendizado”, comenta a juíza sobre a decisão.

Recolhimento das apostilas

Na última terça-feira (3), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), mandou recolher o material escolar de ciências dos alunos do 8º ano do Ensino Fundamental da rede estadual.

O material didático explica os conceitos de sexo biológico, identidade de gênero, orientação sexual, gravidez e doenças sexualmente transmissíveis.

Fomos alertados de um erro inaceitável no material escolar dos alunos do 8º ano da rede estadual. Solicitei ao Secretário de Educação o imediato recolhimento do material e apuração dos responsáveis. Não concordamos e nem aceitamos apologia à ideologia de gênero”, declarou Doria, por meio do Twitter.

*Com informações do G1

Comentários