Política & Justiça

Lesma na comida: iFood vai indenizar consumidora

O aplicativo iFood e um restaurante de Taguatinga (DF), foram condenadas a indenizar uma consumidora, a quantia de R$ 2 mil, depois que ela encontrou uma lesma viva dentro de uma refeição

diario da manha
Foto; Reprodução

O aplicativo iFood, empresa que entrega comida pela internet, e um restaurante de Taguatinga, cidade piloto do Distrito Federal, foram condenadas a indenizar uma consumidora, a quantia de R$ 2 mil, depois que ela encontrou uma lesma viva dentro de uma refeição. A decisão é da juíza do 2º Juizado Especial Cível de Águas Claras.

A autora do pedido de indenização relatou que consumiu  parte de uma comida produzida pelo restaurante e entregue pelo iFood, até que encontrou no interior da embalagem uma lesma viva.

O restaurante Baião de Nós, um dos acusados contestou, afirmando que, pelo modo de preparo das refeições, seria improvável ter uma lesma no interior da embalagem.

Já a defesa do  Food assegurou que não houve conduta ilícita, e que a autora não sofreu abalo que caberia indenização.

A magistrada declarou que “as provas juntadas aos autos confirmam os fatos narrados pela autora e a presença de um molusco no alimento é suficiente para causar sentimentos de aflição, insegurança e mal-estar suficientes a ensejar a reparação pretendida”, disse na decisão.

As duas rés pedem para que o pedido seja julgado improcedente e irão recorrer da sentença.

Com informações do Jornal Jurídico

Comentários