Política & Justiça

Rodrigo Maia diz não haver embasamento legal nos pedidos de impeachment contra Bolsonaro

Para o presidente da Câmara os pedidos encaminhados ao Congresso não são solução para crise, 'não vejo nenhum crime do presidente'

diario da manha
Foto: Reprodução

Na última segunda-feira (3), durante uma entrevista ao programa Roda Viva, na TV Cultura, Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados disse não ter encontrado embasamento legal nos pedidos de impeachment contra o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido). Até o momento foram cerca de 50 solicitações.

“Destes que estão colocados, eu não vejo nenhum tipo de crime atribuído ao presidente, de forma nenhuma”, afirmou Maia. Posteriormente ele argumentou que um impeachment não é solução para crises e que não encontrou nenhum embasamento legal para tomar a decisão de instaurar o processo.

O presidente da Câmara justificou o engavetamento dos processos como sendo uma ocupação de tempo do Congresso em meio ao foco principal do momento, que seria o Covid-19. “Estamos no meio de um processo de pandemia e qualquer decisão agora leva um recurso ao plenário e nós vamos ficar decidindo impeachment sem motivação para isso. É por isso que eu não decido.”

Apesar de a pandemia ser apontada como prioridade e inclusive ser a motivação de alguns pedidos de impeachment do presidente, Rodrigo Maia acredita que Bolsonaro criou um “falso conflito”. “O presidente errou na questão de minimizar o impacto da pandemia, a questão da perda de vidas. Vamos chegar a 100 mil vidas perdidas. Ele minimizou, criou um falso conflito”, disse.

*Com informações do Terra.

Comentários