Política & Justiça

Daniel: diálogo com Rogério para reforçar reeleição de Caiado

José Firmino, chefe de gabinete do prefeito de Goiânia deve agendar encontro entre os líderes do Republicanos e MDB para buscar aliança visando fortalecimento da campanha pela reeleição do governador Ronaldo Caiado (DEM)

diario da manha
Daniel Vilela: ampliação base de apoio à reeleição de Caiado

Daniel Vilela, presidente estadual do MDB e indicado candidato a vice-governador na aliança com o União Brasil (DEM/PSL), demonstra interesse em superar divergências com o prefeito de Goiânia Rogério Cruz e iniciar diálogo para assegurar participação do Republicanos na aliança que vai defender a reeleição do governador Ronaldo Caiado em 2022.

O dirigente emedebista tem sinalizado nos bastidores que está aberto à reaproximação com o prefeito de Goiânia e a cúpula do partido em Brasília. O sinal verde para uma conversa veio a partir dos contatos que o governador e interlocutores têm mantido com lideranças republicanas, incluindo o presidente do diretório do Distrito Federal, Wanderley Tavares, que tem influência no Paço Municipal e também Ricardo Quirino, ex-deputado federal pelo DF e líder influente da Igreja Universal do Reino de Deus.

“Temos total interesse em caminhar com o governador Ronaldo Caiado” José Firmino, chefe de gabinete do prefeito Rogério Cruz

“Daniel deixou claro que não será um impedimento para a aliança”, afirma um caiadista. Já um emedebista explica que a abertura para o diálogo tem como pano de fundo o fortalecimento da chapa pela qual será candidato a vice-governador, mas sem possibilidades de retorno para a administração municipal. “O Maguito (Vilela, ex-governador e ex-prefeito) sempre dizia que apoio a gente não recusa”, frisou esse aliado de Daniel.

Em abril, 21 auxiliares de primeiro escalão, membros do MDB deixaram a Prefeitura de Goiânia em um desembarque coordenado por Daniel. Cruz tomou posse em 1º de janeiro como prefeito de Goiânia devido à internação de Maguito Vilela, que acabou falecendo em 13 daquele mês por complicações da Covid-19.

O Republicanos tem interesse em eleger um ou dois deputados federais (o favorito é o pastor Jeferson Rodrigues, atual deputado estadual e membro da igreja Universal do Reino de Deus). O partido apresenta também o atual deputado federal João Campos como alternativa para a disputa ao Senado da República ou mesmo à reeleição. A legenda está de olho na eleição de três ou quatro deputados estaduais.

Intermediário
Um dos principais interlocutores do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), o chefe de gabinete José Firmino Alves (Republicanos) revelou à coluna Giro, de O Popular, que iniciou conversas com o presidente do MDB em Goiás, Daniel Vilela, visando à construção de uma “futura aliança”, com reflexos nas eleições de 2022 e, possivelmente, de 2024. Segundo ele, os dois “estão em conversas” e o clima não é mais o mesmo do de abril, quando emedebistas desembarcaram do Paço Municipal e houve rompimento entre os dois partidos.

“O Daniel está flexível e tem interesse na aproximação com prefeito Rogério Cruz. Temos pesquisas que mostram o crescimento e reconhecimento da gestão do prefeito”, afirma o auxiliar. Firmino, aliás, tem feito uma série de acenos públicos ao governador Ronaldo Caiado (DEM), ao lado de quem Vilela deve disputar as eleições do ano que vem como candidato a vice-governador. “Temos total interesse em caminhar com o governador Ronaldo Caiado”, reforça José Firmino.

O chefe de gabinete do Paço Municipal deve marcar data do encontro de Daniel Vilela com Rogério Cruz para ainda este ano. “A conversa entre o prefeito e Daniel não aconteceu ainda. Estamos em tratativas para que esse encontro aconteça o mais breve possível”.

O próprio governador Ronaldo Caiado teve, recentemente, conversa com o prefeito Rogério Cruz, deputado estadual Jeferson Rodrigues (presidente do Republicanos de Goiânia) e com o ex-deputado federal brasiliense Ricardo Quirino, tratando da aliança com o DEM para as eleições do ano que vem.

Nailton: giro pelo interior em prol da reeleição de Caiado

Nailton de Oliveira, ex-prefeito por três mandatos em Bom Jardim de Goiás e ex-presidente da executiva estadual do MDB vai percorrer os 246 municípios, a partir de janeiro, para reforçar a mobilização das lideranças políticas – prefeitos, vereadores, ex-prefeitos, ex-vereadores e membros de diretórios – em prol da campanha pela reeleição do governador Ronaldo Caiado (DEM) às eleições de 2022.

Nailton de Oliveira, que foi presidente da Associação Goiana de Municípios (AGM) e fundador e ex-presidente da Federação Goiana de Municípios (FGM), quer utilizar sua experiência e relacionamento político para fortalecer o projeto da chapa Ronaldo Caiado: Daniel Vilela para o próximo pleito.

O ex-prefeito diz o segundo mandato de Ronaldo Caiado se justifica para que o governador possa concluir o seu plano de obras que abrange todas as áreas da administração – saúde, educação, segurança pública, infra-estrutura, cultura, meio ambiente, esportes. “Nunca se fez tantas obras como agora no governo Caiado”.

Nailton de Oliveira ressalta a “vocação municipalista” do governador Ronaldo Caiado e a “sensibilidade social” da primeira-dama Gracinha Caiado. “Goiás está recuperado, com controle fiscal, pagamento em dia do funcionalismo, rodovias recuperadas, reducação das desigualdades sociais”.

Apoio do MDB
Após lamentar a perda dos ex-governadores Maguito Vilela e Iris Rezende, o ex-presidente do MDB diz que caberá a Daniel Vilela dar o tom, a partir de agora, sobre o futuro do partido. E diz que o primeiro gesto de Vilela – mobilizar o MDB em favor da aliança com o DEM de Ronaldo Caiado – foi “correto e em plena sintonia com as bases interioranas”.

Nailton de Oliveira lembra que desde 2018 ele e outras lideranças do MDB, como Adib Elias, Renato de Castro, Paulo do Vale, Fausto Mariano, Samuel Belchior e José Nelto defendiam o apoio do partido à candidatura de Ronaldo Caiado ao governo de Goiás. “Desde àquela época percebíamos que Caiado era o líder político capaz de recuperar o estado de Goiás”.

O ex-prefeito de Bom Jardim de Goiás sustenta que, a partir de agora, Daniel Vilela está correto em “varrer para dentro”, reconhecer os erros do passado e atuar em prol da unidade interna do MDB, superando as divergências e atuando para o partido alcançar uma vitória expressiva nas urnas, ano que vem, principalmente na disputa por vagas à Câmara Federal e à Assembleia Legislativa.

Nailton de Oliveira: trabalho pela reeleição de Caiado

O ex-presidente prega a renovação dos quadros do MDB, com o lançamento de candidaturas revigoradas para os mandatos proporcionais, em todas as regiões do estado. “Com bons resultados em 2022, o MDB vai chegar ainda mais forte em 2026 para disputar o governo de Goiás”.

Comentários