Política & Justiça

Goiânia lidera desenvolvimento sustentável

Levantamento mostra que a cidade é a que mais se aproxima do cumprimento das 17 metas de enfrentamento de problemas e desafios ambientais

diario da manha
Goiânia é a que mais se aproxima de atingir os objetivos da Agenda 2030, diz estudo que analisa avanços ambientais

Goiânia foi apontada pelo Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades – Brasil (IDSC-BR) como o município com o melhor desenvolvimento sustentável do Centro-Oeste. O estudo foi divulgado na última sexta-feira (19/11) e mostra que a capital é a cidade que mais se aproxima de atingir os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030.

Goiânia recebeu nota 61,68. Além disso, outras seis cidades goianas estão entre as 10 melhores classificadas do Centro-Oeste no levantamento do IDSC-BR: Nerópolis (57,59 pontos); Anápolis (56,27); Nova Veneza (56,05); Inhumas (54,83); Goianésia (54,55) e Águas Lindas de Goiás (54,52).O levantamento avaliou dados de 770 municípios brasileiros.

“Uma grande alegria constatar que a nossa querida Goiânia está no caminho certo em relação aos 17 objetivos socioambientais listados até 2030. No que depender de nós, seguiremos avançando. Já demos o pontapé inicial para transformar a nossa capital na cidade mais verde do mundo com o plantio de 50 mil mudas em meia hora. Paralelamente, cuidamos de todas as outras áreas, em um esforço conjunto e diário, saúde, educação, igualdade social e de homens e mulheres. Como eu sempre digo, estamos cuidando das pessoas”, enfatiza o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz.

A Prefeitura de Goiânia trabalha incessantemente para avançar em todos os indicadores de desenvolvimento humano, ambiental, social e econômico. Já aplicou, até agosto de 2021, 19,46% de recursos próprios na Saúde; abriu mais de 2 mil vagas de Centro Municipal de Educação Infantil (CMEIs) e R$ 5,6 milhões destinados à manutenção de escolas; inaugurou quatro ecopontos para descarte de resíduos; lançou o Arborizagyn e o Disque-Árvore e plantou mais de cem mil mudas de árvores somente neste ano.

A Agenda 2030 foi lançada em setembro de 2015 com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU e a apresentação de um plano de ação para incentivar países a trabalhar em parceria no combate às maiores questões socioambientais até o ano de 2030. A ideia é que os ODS tenham protagonismo em planejamentos estratégicos e, assim, ajudem a combater problemas socioambientais.

Comentários