Política & Justiça

Mutirão Iris Rezende surpreendeu população

Mutirão Iris Rezende Governo de Goiás, em Aparecida de Goiânia, supera capital e realiza cerca de 80 mil atendimentos em dois dias de prestação de serviços

diario da manha
Governador Ronaldo Caiado comemora: “Foi algo inimaginável. A cidade quase toda estava aqui”

Os moradores de Aparecida de Goiânia aprovaram a 2ª edição do Mutirão Iris Rezende Governo de Goiás, que ocorreu no sábado e domingo. Para eles, a estrutura montada pelo Estado e a série de serviços gratuitos foram essenciais, já que careciam de atenção no bairro. Milhares de pessoas circularam nos dois dias pelo local, de onde saíram com demandas resolvidas: desde corte de cabelo até encaminhamento para o mercado de trabalho, novos documentos, benefícios sociais ou acesso a linhas de crédito.

O evento foi maior do que a primeira edição, realizada na região Noroeste, em Goiânia, que contabilizou cerca de 70 mil atendimentos. Em Aparecida, foram 80 mil atendimentos realizados na Avenida Benedito Silvestre, no Bairro Independência. O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, também marcou presença.

O governador Ronaldo Caiado chegou ao espaço pouco antes das 8h de sábado e por lá ficou até 16h. Voltou no domingo e conversou com moradores, brincou com as crianças, entregou benefícios sociais e foi atendido em alguns estandes. “Foi algo inimaginável. A cidade quase toda estava aqui. Gente de vários bairros foi atendida”.

Caiado então convocou os moradores que não foram no primeiro dia de Mutirão a comparecerem no domingo. Cerca de 400 trabalhadores realizaram a montagem da estrutura, que contou com 6 mil metros quadrados, maior do que a montada na primeira edição do Mutirão, em Goiânia. Mais de mil pessoas trabalharam no atendimento ao público.

Vanusa Alves Vieira, mãe de cinco filhos, comemorou quando recebeu seu cartão do Mães de Goiás. “Governador, parabéns pelo bom trabalho feito por nós, você está no nosso coração. Glória a Deus! Todo mundo lá em casa é seu fã!”, disse. O programa, que concede R$ 250 mensais para mulheres em situação de vulnerabilidade e com filhos de até 6 anos de idade, beneficiará, assim como Vanusa, outras 2.613 mães em Aparecida de Goiânia.

No estande da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), o governador conversou com a dona de casa Bruna Cristina de Jesus, de 22 anos, grávida de 9 meses e mãe da menina Kauanny Cristina. Ela recebeu um enxoval para o bebê e, sua filha, uma boneca de presente de Natal. “O enxoval vai ajudar, e muito. A expectativa está a mil!”, disse Bruna. Para Caiado, o governo está “cuidando de quem vai nascer e de quem já nasceu”.

Na área habitacional, o clima no estande da Agência Goiana de Habitação (Agehab) era de muita comemoração e alívio. Moradora do setor Madre Germana I, Cristiane Gonçalves Dias agradeceu o governador por ter recebido das mãos dele a escritura de sua casa. “Fiquei mais de 20 anos esperando e, menos de um ano depois de pedir a escritura na gestão Caiado, consegui”, relatou Cristiane.

Gabriela Dias, 25 anos, é uma das primeiras 500 pessoas contempladas com o Programa Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social. O benefício de R$ 350 mensais vai ajudar a garantir moradia mais digna para ela, duas filhas e a mãe. “Hoje moramos numa casa de adobe que, quando chove, deteriora nossas coisas. Então, esse dinheiro vai servir para pagar o aluguel de uma nova residência mais confortável e mais acessível pra mim”, disse a jovem, que está com a locomoção comprometida devido a um acidente de carro.

Outro serviço oferecido pelo Governo de Goiás é a CNH Social, que concede a Carteira Nacional de Habilitação sem custos para pessoas vulneráveis. Caiado entregou pessoalmente os documentos a duas novas motoristas. Natália conta que foi a mãe dela que realizou a inscrição para ela na categoria B. “Só soube quando a minha mãe me contou que meu nome estava na lista de sorteados. Foi uma surpresa maravilhosa e vai nos ajudar demais”, contou. Para Joyce Campelo, o curso foi ótimo. “Passei de primeira”, comemorou. Segundo o governador, “parando de roubar, o dinheiro dá pra sustentar, dá pra dar carteira de motorista a custo zero”.

Um dos pontos altos do sábado foi o corte de cabelo de Caiado, que aproveitou os serviços de beleza oferecidos no Mutirão. Acompanhando o governador, o ex-deputado Daniel Vilela também aproveitou para mudar o visual. No local, a estagiária Lorrayne Sanches, de 22 anos, comemorou o oferecimento de diversos serviços estéticos, até design de sobrancelhas. “Está muito bom e tem muitos serviços na área da beleza. Tem até sorteios”, disse ela, que mora em Goiânia e foi aproveitar o Mutirão em Aparecida de Goiânia.

Milhares de moradores circularam pelo Mutirão, de onde saíram com demandas resolvidas

Vera Lúcia, 49 anos, concluiu uma capacitação em corte de cabelo e maquiagem oferecido pelo Estado. Hoje, atuou como voluntária. “Vou levar os ensinamentos para o resto da vida, até porque agora vou trabalhar com isso”, disse. Suas novas habilidades foram praticadas em Pedrina Francisca, de 62. “Vou sair daqui linda para dançar um forró mais tarde”, comentou, sorrindo. Além do trato no visual, a idosa solicitou no Mutirão a emissão de nova carteira de identidade. “Foi rápido demais, o atendimento aqui é uma maravilha.”

Governador também fez exame

Na área da Saúde, houve grande procura para vacina contra a Influenza e, em especial, a Covid-19 no Mutirão Iris Rezende. “Somente com a imunização de toda a população é que nós vamos superar a pandemia”, declarou Ronaldo Caiado. No local, o governador foi submetido a um exame de auto-refração, um teste oftalmológico, serviço que também está disponível ao público.

Populares tiveram desde corte de cabelo até encaminhamento para mercado de trabalho

Já na tenda da Retomada foram concentrados atendimentos voltados ao emprego. Gerente de Intermediação e Recolocação do Trabalho, Yara Nunes relatou que servidores estaduais fizeram uma “força-tarefa” para reunir vagas e divulgar no evento. “Estamos com o programa Mais Empregos funcionando em 96 municípios. Aqui em Aparecida de Goiânia, infelizmente, a prefeitura não quis fazer parte e bloqueou o sistema. Então, fizemos a captação de vagas para que os interessados conseguissem sair daqui com essa chance”, explicou.

Crianças de Aparecida receberam brinquedos e mães puderam dialogar com o governador Caiado

No último dia, o governador Ronaldo Caiado fez análise da imensa demanda e pedidos para que o mutirão seja feito por regiões da cidade, já que é grande a carência de atenção. “Não é digno alegar que existe cidade inteligente onde pessoas têm carências absolutas”, disse. “É o momento de mostrarmos o que o Estado pode fazer. A partir daqui, ações sociais serão continuadas nos bairros do município”, informou o governador, disposto a cuidar também de Aparecida. A cidade tem um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) distante das líderes do Estado e, devido ao tempo de existência, precisa avançar nos indicadores. Dados recentes da pesquisa Firjan e Ranking dos Municípios mostram a cidade estagnada em números de referência.

Comentários