Política & Justiça

Daniel Vilela elogia caráter de Caiado em evento do União Brasil em Jaraguá e fala de último encontro com Iris

Em encontro regional de Jaraguá, Daniel Vilela conta como MDB resolveu seguir com União Brasil, elogia perfil altivo e destemido de Caiado combater a corrupção e ressalta importância da união do grupo

diario da manha

Durante o 1 º Encontro Regional do União  Brasil e partidos aliados, realizados na manhã de sábado, em Jaraguá, o ex-deputado federal Daniel Vilela, presidente do MDB, disse que a união do grupo político atual ocorre para manter presos no passado agentes políticos que arrasaram com as contas públicas e instituíram uma era de corrupção em Goiás.

Daniel elogiou os discursos da ex-senadora Lúcia Vânia e do ex-prefeito de Trindade, Jânio Darrot, que pediu, de fato, quatro anos para Caiado governar, já que ele assumiu um Estado minado com dívidas bilionárias deixadas por outros gestores.  

“Hoje é um momento marcante na história política em nosso estado. Confesso que não havia vivido ainda, na minha fase adulta, um momento que mostra uma força política de pessoas de bons propósitos, de pessoas comprometidas com nosso estado, como nessa manhã de hoje aqui na querida Jaraguá”, disse Daniel.   

O político alegou que o encontro é ideal para confidências e relatos de bastidores, de como resolveu apoiar Caiado. Segundo Daniel, ocorreram encontros desde 2020 entre emedebistas e democratas.

“Acho que esse é o local e momento adequado de compartilhar com nossos companheiros momentos marcantes dos últimos anos. Quero compartilhar e confidenciar, pois aqui tem companheiros do União Brasil, do MDB, de vários outros partidos. Aqui está em grande parte a militância do nosso partido, o MDB. Ainda em 2020, no primeiro semestre, meu pai me chamou para uma conversa e disse: ‘Olha, eu marquei uma audiência com o governador Ronaldo Caiado. E você vai lá comigo’. Ninguém sabe daquela nossa audiência, governador! E meu pai foi lá. Tivemos uma conversa longa, de umas três horas. Relembramos nossa boa convivência de 2014, da nossa aliança, lembramos as convergências de ideias políticas. Foi um momento especial e de reencontro depois de nos enfrentarmos nas eleições de 2018. Vieram as eleições municipais e por circunstâncias naturais da política e partidárias, acabou não nos unirmos ali”, disse Daniel.

“Infelizmente, ocorreu toda história que vocês sabem muito bem: Deus achou que meu pai já tinha cumprido a missão dele aqui. O chamou e nos delegou seguir em frente em seus propósitos”, completou. Daniel relatou ainda as articulações do ex-prefeito Iris Rezende para ocorresse a união entre ele e Caiado. “Teve outro fato marcante e decisivo para que estivéssemos todos juntos. Foi quando nosso grande e saudoso líder, Iris Rezende Machado, com a sua experiência, com sua visão, me chamou em seu escritório e teve uma conversa comigo. Nós tínhamos até tido uma conversa anterior. E ele disse: ‘Daniel, acho que nosso caminho no ano que vem é estar ao lado do governador Ronaldo Caiado: o governador tem sido muito correto. É um homem decente. É homem que tem mudado a realidade política do nosso estado. Vamos avaliando e no momento certo nós vamos tomar essa decisão’. Eu, apesar das pessoas acharem que os jovens são rebeldes, sempre fui muito obediente aos meus líderes, especialmente ao Iris. Passaram-se dois meses, o Iris me chama de novo lá. E confesso que foi a última conversa que tive com ele. E ali ele mostrava toda sua lucidez política. E ele diz: ‘Daniel: você lembra o que eu tinha dito, que nosso caminho deve ser com o governador Ronaldo Caiado? Olha tá na hora da gente avançar. Tá na hora de declarar que temos compromisso com nosso estado, que o governador é o mais apropriado por tudo que tem feito. Pra Goiás continuar seguindo. Para ele seguir dando a direção para todos os goianos”.

Após os conselhos de Iris, baseados em uma conduta republicana e de estadista, Daniel lembra que o ex-prefeito de Goiânia e ex-governador foi até Caiado e pediu uma união total, inclusive para os demais candidatos: “E a chapa do MDB não pode ser um milímetro pior do que a do DEM”.

Daniel reiterou para o encontro, acompanhado por uma multidão de militantes e moradores de Jaraguá, que  a gestão de Caiado está marcada pelo combate da corrupção que destruiu as finanças de Goiás, fato que levou o Estado para as páginas policiais. “Não são apenas obras físicas, programas sociais, que tanto amparo dão no Estado, que o senhor tem feito. A grande mudança é comportamental na vida politica do nosso estado. É uma mudança cultural na administração pública, onde o líder dá exemplo. As pessoas entendem que se praticarem corrupção, estão no outro dia de fora”.

Para o emedebista, o encontro é histórico, pois reúne a maioria das lideranças políticas, grupo que não tem envolvimento com escândalos do passado recente. “Não podemos nos omitir. Temos que estar todos juntos. Sabem que este momento é histórico. Momento de consolidação de boas e novas práticas políticas neste Estado!”.

Comentários