Política & Justiça

Lincoln Tejota coordena força-tarefa contra o Aedes Aegypti, por meio do Goiás de Resultados

Coordenador do programa, Tejota participou de lançamento da campanha

diario da manha

O vice-governador Lincoln Tejota participou nesta quinta-feira,12, em Goiânia, do Dia D de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti, promovido pelo Corpo De Bombeiros Militar do Estado de Goiás, com apoio da Vice-Governadoria por meio do Programa Goiás De Resultados. “De janeiro a de maio, houve aumento de mais de 300% no número de casos de dengue em Goiás. O nosso governo está preocupado com este momento. A dengue é um inimigo já estabelecido no nosso Estado e não pode ser esquecido”, destacou. O governador Ronaldo Caiado e a presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, também participaram do evento.

A ação, realizada em parceria com a Prefeitura de Goiânia, tem como objetivo diminuir os elevados índices de infestação do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika, além de conscientizar a população para a adoção rotineira de eliminação de focos de água parada, que servem de criadouros do vetor. “Nosso governo tem se especializado em combater inimigos invisíveis, mas que geram estragos grandes junto à população. Assim como foi contra a corrupção, mau uso de dinheiro público e a Covid-19, agora será uma força-tarefa contra dengue”, disse Tejota, que também é coordenador do Programa Goiás de Resultados.

Atualmente, Goiânia é a capital com maior número de casos da doença no país. Além disso, o município tem o maior número de mortes confirmadas em 2022. Dos 34 óbitos em decorrência da dengue que ocorreram em Goiás, nove são da capital. “Eu sei que o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, e os agentes de saúde já estão no combate, mas nós vamos reforçar, fortalecer e dar maiores condições de trabalho. A cada dia fica mais evidente e claro que ninguém consegue realizar nada sozinho. A prefeitura de Goiânia é forte, e com o apoio e a mão estendida do governo ficará mais forte ainda. Da mesma forma, o Estado.”

Durante a mobilização, agentes de endemias, agentes comunitários e profissionais da Secretaria de Saúde realizarão visitas domiciliares aos moradores para conscientizá-los quanto aos cuidados para evitar a proliferação de doenças causadas pelo mosquito. Enquanto isso, os bombeiros vão utilizar drones para identificar criadouros do mosquito em locais de difícil acesso, e também atuar na logística das ações a serem desenvolvidas pelos agentes e fazer vistorias nos órgãos públicos. “Os agentes e servidores da segurança pública e de saúde, que estão na linha da frente de mais esse combate, são os grandes responsáveis por essa ação e merecem todo reconhecimento. Nós projetamos a saúde pública, mas são eles que operam”, concluiu.

Também participaram do evento o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros, coronel Washington; o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz; o secretário da Secretaria de Estado da Saúde, Sandro Rodrigues; a superintendente de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim; o secretário municipal de Saúde, Durval Pedroso; o deputado estadual Charles Bento; o presidente da agência da Guarda Civil Metropolitana de Goiânia, comandante Wellington Paranhos; o vereador Pastor Wilson; o superintendente da Secovi Goiás, Francisco Lopes, e demais autoridades.

Leia também:

Comentários