Política & Justiça

Associação de deficientes foca em reabilitação

Associação dos Deficientes Físicos do Estado de Goiás reconduziu ontem presidente para seu comando. Entidade tem parceria com governo goiano para oferecer mão de obra qualificada e atendimento de reabilitação. Ronaldo Caiado participou do encontro

diario da manha
Cerimônia de posse da nova diretoria da Adfego: instituição promove inclusão da pessoa com deficiência

O governador Ronaldo Caiado participou, na quarta-feira (22/06), da posse da nova diretoria da Associação dos Deficientes Físicos do Estado de Goiás (Adfego). A solenidade, realizada em Goiânia, conduziu a presidente reeleita, Clara Carvalho, bem como diretorias, conselhos e assessoria jurídica para mais um novo ciclo à frente da instituição, no quadriênio 2022/2026.

“Na condição de médico cirurgião especialista em coluna, vivi grande parte da minha vida tratando de pessoas como as que são atendidas pela Adfego. Sei o quanto é importante uma instituição como essas àqueles que se sentem, de um momento para outro, totalmente impossibilitados. Além de cuidar de vidas, aqui há o apoio necessário para essas pessoas”, afirmou o governador.

Com 41 anos de existência, a Adfego possui parcerias com o Governo de Goiás para a inclusão social e promoção de direitos das pessoas com deficiência. “Temos aqui uma cobertura para atender a todas as demandas da pessoa com deficiência. Nós não deixamos essas pessoas simplesmente paradas, buscamos encontrar uma funcionalidade para que elas cresçam”, afirmou Clara Carvalho no ato da posse.

Dentre os serviços ofertados pela Adfego, o de maior destaque é a clínica de reabilitação “Reabilitar”, localizada em Goiânia, que atende deficientes físicos e intelectuais de todo o Estado. A unidade de saúde é credenciada ao Ipasgo. Em 2021, foram feitos mais de 32 mil atendimentos a usuários do plano. Neste ano, entre os meses de janeiro e maio, já foram realizados 9.755 atendimentos.

A associação também possui contrato com o Governo de Goiás para oferta de mão de obra qualificada da pessoa com deficiência. Há cerca de 500 associados da Adfego que trabalham no serviço de telemarketing junto ao Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran), Secretaria de Segurança Pública (SSP) e Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago).

Esporte
Outra frente de atuação da instituição é o paradesporto, sendo o futebol de amputados uma das modalidades de destaque, já que o time da Adfego se tornou a base da seleção brasileira. Neste mês, uma equipe da Adfego também está participando do Campeonato Brasileiro Feminino de vôlei sentado – 1ª etapa, realizado em Maceió, Alagoas.

Seis atletas da entidade são beneficiados pelo programa Pró-Atleta. É o caso da levantadora atacante da seleção brasileira feminina de vôlei sentado, Ádria Jesus da Silva, que competiu nas Paralimpíadas de Tóquio, em 2021. Ao todo, o Pró-Atleta beneficia 600 desportistas goianos com bolsas mensais que podem chegar a R$ 750,00.

O vice-governador Lincoln Tejota ressaltou que o trabalho feito pela Adfego dá às pessoas vítimas de acidentes novas perspectivas para continuar com suas atividades. “Vocês realizam isso com maestria, dão esperança para pessoas com deficiência, seja transitória, permanente ou dificuldade na mobilidade”, ressaltou ele.

Participaram também do evento o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, e a primeira-dama, Thelma Cruz; o diretor do Departamento da Rede Socioassistencial do Ministério da Cidadania, Sérgio Ricardo; deputados federais e estaduais; vereadores de Goiânia; a presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) Goiânia, Albanir Pereira; além de outras autoridades.

Comentários