Política & Justiça

Governo leva benefícios para Campos Verdes

Governador Ronaldo Caiado assina ordem de serviço durante abertura da 7ª Feira Internacional das Esmeraldas sediada em Campos Verdes. Evento teve apoio da Goiás Turismo e atraiu centenas de investidores no final de semana. Expectativa de R$ 12 milhões em negócios

diario da manha
Ronaldo Caiado foi homenageado com comenda entregue pelo prefeito de Campos Verdes, Haroldo Naves

O governador Ronaldo Caiado participou da abertura da 7ª Feira Internacional das Esmeraldas, realizada em Campos Verdes de Goiás, no Vale do São Patrício, na sexta-feira (24/06). Durante o evento, o chefe do Executivo assinou ordem de serviço para incluir o município entre os contemplados pelo programa Pra Ter Onde Morar – Construção, executado pela Agência Goiana de Habitação (Agehab). Serão construídas 44 moradias, custeadas pelo Governo de Goiás no valor de R$ 5,48 milhões.

“São casas construídas em um padrão de excelência, com azulejo, forro, instalações elétricas, cozinha com granito e pias de inox. É neste padrão que estamos construindo e entregando com escritura para as pessoas viverem com dignidade”, detalhou o governador ao destacar a qualidade das construções. Os recursos para a obra são provenientes do Fundo de Proteção Social de Goiás (Protege), coordenado pelo Gabinete de Políticas Sociais (GPS). O programa é viabilizado em parceria com as prefeituras, que doam os terrenos.

Durante o evento, Caiado foi homenageado com uma comenda concedida pelo prefeito de Campos Verdes, Haroldo Naves, em reconhecimento aos serviços prestados à cidade. “Dentre vários benefícios, são R$ 7 milhões de reais que já chegaram no município. Apenas com as casas serão mais quase R$ 6 milhões investidos. Significa que nesses três anos e cinco meses ele fez cinco vezes mais do que o que foi feito em 20 anos”, frisou o gestor municipal.

Esmeraldas
A feira que terminou domingo (27/06) recebeu representantes da indústria da mineração do Brasil e do mundo. A expectativa é de que o evento, em 2022, gere R$ 12 milhões em negócios. A programação conta com exposições de jóias, venda de pedras preciosas, festival gastronômico e shows musicais. De acordo com a organização, é esperada a presença de 45 mil visitantes aos 40 expositores. Nos três dias de evento, foram apreciadas esmeraldas legítimas, além de as pessoas poderem visitar as minas. Outro grande atrativo foi a chance de acompanhar todo o trabalho da confecção das joias, até o produto final.

Caiado destacou a importância da feira. “Não é só apresentação de pedras, são pessoas qualificadas, professores que vêm dar palestras, orientar, em parceria com o Governo de Goiás”. A realização conta com patrocínio do Estado, por meio da Agência Estadual de Turismo. “O Estado está aqui, muito além da questão econômica, tem o lado cultural. É nosso dever fomentar essas atividades, trazer alegria, trazer entretenimento para as pessoas”, afirmou o titular da Goiás Turismo, Fabrício Amaral.

Um dos participantes da feira, o artesão Bruno Monzoni transforma rejeitos da mineração em objetos de arte, reaproveitando o que seria descartado. Natural de Campos Verdes, ele, atualmente, mora na Bahia, mas voltou à cidade para participar do evento. “A feira é muito importante para divulgação do nosso trabalho e contribui também com o ganho financeiro, porque vendemos bastante”.

Campos Verdes foi um dos principais produtores de esmeraldas até a década de 1990 e hoje o foco é o estímulo à extração da pedra preciosa e também de subprodutos valiosos, como o xisto, que antes era descartado.

Comentários