Política & Justiça

"Dor só não é maior do que o amor", diz Caiado após morte do filho

Pai demonstra a dor da perda, mas reafirma que o amor supera o sofrimento. Governador pede para Deus a acolhida do filho. Coroas de flores lotam corredor do Vale do Cerrado

diario da manha

O governadot Ronaldo Caiado (União Brasil) se manifestou no final da tarde de domingo sobre Ronaldo Caiado Filho, encontrado morto na fazenda da família, em Nova Crixás (GO).

Filho de Caiado e da professora Thelma Gomes, Ronaldo estava com 40 anos e atuava ao lado do pai na produção rural. Era bastante presente nos eventos e solenidades administrativas do Governo de Goiás.

Vale do Cerrado: velório de Ronaldo Caiado Filho

Nas redes, Caiado publicou a imagem dele e do filho montados a cavalo.

“Meu filho querido. Minha dor neste momento só não é maior do que meu amor por você. Que Deus o acolha na Sua Glória Infinita”, escreveu Caiado.

Outra cena que circulou nas redes sociais por conta da emoção contida mostra Caiado na década de 1980 com Anna Vitória e Ronaldo Filho, irmãos do primeiro casamento.

Luto oficial

Vários municípios do Estado decretaram luto oficial pela passagem de Ronaldo Filho. Câmara Municipal de Itaberaí, por exemplo, decretou luto oficial por três dias. Goiânia também decretou a homenagem após a morte.

No Vale do Cerrado, onde ocorre o velório de Ronaldo, não para de chegar coroas de flores de políticos, entidades de direito público e privado e amigos da família.

Comentários