Política & Justiça

Caiado: “Ismael é o cara"

Governador fez o elogio ao chegar à convenção do PSD que ratificou o nome de Ismael como candidato a deputado federal pelo partido

diario da manha

Por Hélmiton Prateado

O médico Ronaldo Ramos Caiado fez um comentário elogioso ao também médico Ismael Alexandrino na convenção do PSD, que ratificou o nome de Ismael como candidato a deputado federal. “Você é o cara”, disse o governador Ronaldo Caiado ao cumprimentar Ismael com um largo sorriso logo na chegada.

A declaração amistosa e de reconhecimento de Caiado foi presenciada por lideranças e dirigentes do PSD que acompanhavam o governador logo na chegada à convenção. Ismael Alexandrino foi um dos mais destacados auxiliares do governador desde sua posse me janeiro de 2019. À frente da Secretaria Estadual da Saúde, Ismael foi responsável por equilibrar as contas da saúde, ampliar serviços, entregar hospitais e seis policlínicas espalhadas pelo interior de Goiás.

O flagelo da pandemia de Covid-19 foi enfrentada com firmeza e segurança com Ismael Alexandrino à frente da Secretaria, o que despertou a admiração e respeito de Caiado por ele. A ponto de Caiado incentivar Ismael a colocar seu nome como candidato a deputado federal.

Outra auxiliar de renome da equipe do governador Ronaldo Caiado, Lúcia Vânia, ex-senadora que ocupou a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social corroborou a expressão elogiosa do governador sobre Ismael Alexandrino. Lúcia Vânia declarou abertamente apoio a Ismael para deputado federal e colocou seus apoiadores para engrossarem as fileiras dele na caminhada para o Congresso. “Temos o desafio e plenas condições de fazer do Ismael Alexandrino o deputado federal mais votado por Goiás”, disse Lúcia Vânia, lembrando que não medirá esforços para eleger o médico para seu primeiro mandato.

Durante a convenção Caiado ainda fez gestos de satisfação e apoio a Ismael Alexandrino, lembrando sua eficiência e comprometimento como gestor e que Goiás espera muito uma representatividade digna com seu nome na Câmara Federal.

Comentários