Justiça

Técnica de enfermagem é condenada por matar a mãe em Três Lagoas

A idosa tinha doença de alzheimer, estava cega e acamada

diario da manha
Segundo a polícia, após deixar corpo da mãe 22 dias em casa, a mulher colocou na calçada com caixa em cima. Foto: Divulgação

A técnica de enfermagem acusada de matar e esconder o corpo da mãe, em Três Lagoas (MS), foi condenada a 31 anos de prisão. O julgamento foi realizado na última quarta-feira, 14, e durou nove horas.

O crime aconteceu em outubro de 2018, e a mulher está presa desde que o caso foi descoberto. Segundo ela a morte da mãe ocorreu por causas naturais, mas confessa ter escondido o corpo.

O caso foi descoberto pela polícia após denúncia de maus-tratos e vizinhos estranharem o mau-cheiro na casa onde viviam mãe e filha. Com reagente químico, policiais identificaram vestígios de sangue na casa e em objetos pessoais da vítima.

A mulher disse à polícia que a mãe tinha sumido, mas acabou mostrando o local onde havia escondido o corpo da vítima, há 22 dias. Ela foi presa em flagrante. A idosa tinha doença de alzheimer, estava cega e acamada.

Comentários