Justiça

PF indicia 19 pessoas e duas empresas por rompimento da barragem da Vale

Agora, cabe ao Ministério Público Federal (MPF) oferecer ou não denúncia contra os indiciados

diario da manha

A Polícia Federal (PF) indiciou 19 pessoas e duas empresas no inquérito que investiga o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O caso aconteceu em 2019 e deixou 270 pessoas mortas.

Agora, cabe ao Ministério Público Federal (MPF) oferecer ou não denúncia contra os indiciados. Em outubro, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) anulou o recebimento da denúncia do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) contra acusados pela tragédia.

Em fevereiro, 16 pessoas haviam se tornado réus, com base em investigações do MP e da Polícia Civil, mas os ministros do STJ entenderam que os fatos são de competência da Justiça Federal e que o caso deveria ser analisado pela 9ª Vara Federal de Minas Gerais.

Leia também:

Comentários