diario da manha

A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) divulgou nesta segunda-feira (19/02) algumas orientações de como prevenir a conjutivite. Segundo a pasta, foi verificado um aumento no atendimento de casos da doença nos Centro de Assistência Integral à Saúde (Cais) Amendoeiras e Chácara do Governador. Logo em seguida, surtos intradomiciliares foram notificados em moradores da região Leste de Goiânia.

Ainda não se sabe ao certo se o agente que circula em Goiânia é viral ou bacteriana. Entretanto, a superintendente de Vigilância em Saúde da SMS, Flúvia Amorim, alerta que a aglomeração de pessoas é um fator de risco para circulação da doença.

Prevenção

Para reduzir as chances de contágio e transmissão, o indicado é higienizar com frequencia o rosto e as mãos, usando água e sabonete líquido. Se não for possível, o álcool em gel é uma opção.

Deve evitar coçar os olhos e tocar em objetos, aumentar o intervalo de troca de toalhas ou utilizar materiais descartáveis para enxugar rosto e mãos e não compartilhar produtos de uso pessoal, como maquiagens, por exemplo.

Durante o período de circulação da doença, diretores e coordenadores de escolas e creches e responsáveis por hotéis, clubes e academias devem ficar atentos e reforçar as medidas de higiene nos locais.

Toda pessoa deve procurar o serviço de saúde em caso de suspeita de conjuntivite para diagnóstico, orientações quanto ao tratamento e controle. Os trabalhadores devem ser afastados do ambiente de trabalho, conforme recomendação médica para o retorno.

As medidas também valem para quem está com a doença. Além de higienização, outra recomendação é evitar frequentar locais com aglomerações de pessoas, como escolas, creches, locais de trabalho, piscinas, academias, bares e clubes. É necessário também se atentar as fronhas dos travesseiros que devem ser trocadas diariamente.

Doença

A conjuntivite é a inflamação da conjuntiva, uma membrana transparente e fina que reveste a parte da frente do globo ocular (o branco dos olhos) e o interior das pálpebras. Em geral, a doença ataca os dois olhos e pode durar de uma semana a 15 dias.

Traumas, alergias, irritação química (exemplo: protetores solares que com o suor irritam os olhos) e infecções por vírus, bactérias ou fungos são as causas mais frequentes.

Comentários