Saúde

Setembro Amarelo: Suicídio é a segunda causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos

Segundo a OMS, 9 em cada 10 mortes por suicídio podem ser evitadas

diario da manha

Para cada suicídio, há mais 20 tentativas. Essa afirmação é meio “pesada”, mas segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o autoextermínio é a segunda principal causa de morte entre jovens com idades entre 15 e 29 anos, após acidentes de trânsito. Já entre os adolescentes de 15 a 19 anos, o suicídio ficou em terceiro lugar, atrás dos acidentes de trânsito e violência interpessoal.

Segundo a OMS, é necessário que os governantes adotem planos de prevenção de suicídio, já que o autoextermínio é uma questão global de saúde pública e todas as idades, sexos e regiões do mundo são afetados.

No Brasil, segundo a OMS, cerca de 13,5 mil pessoas morreram devido ao suicídio. O órgão detalha ainda que deste dado, mais de 10,2 mil mortes são de homens e quase 3,3 mil são de mulheres. Em relação a situação econômica, a OMS registrou que 79% dos suicídios no mundo, ocorreram em países de baixa e média renda. Além disso, a organização pontua que em países de alta renda, os homens comentem suicídio três vezes a mais que mulheres.

Devido a esses dados, a OMS ressalta a importância dos países criarem mecanismos de incentivo para que pessoas com problemas procurem ajuda. Afinal, de acordo com o órgão, 9 em cada 10 mortes por suicídio podem ser evitadas e por isso a prevenção é fundamental. O assunto ainda é considerado tabu, e é fundamental que em momentos difíceis as pessoas consigam pedir ajuda para familiares, amigos ou um médico.

Dados do Ministério da Saúde sobre o suicídio

Entre 2007 e 2016, foram registrados 106.374 óbitos por suicídio no Brasil, segundo o Ministério da Saúde. Em 2016, a taxa chegou a 5,8 por 100 mil habitantes, com a notificação de 11.433 mortes por essa causa. A pasta ressaltou ainda que nos últimos onze anos, dos 470.913 registros de intoxicação exógena, 46,7% (220.045) foram devido à tentativa de suicídio. Em 2017, o número registrado foi cinco vezes maior do que 2007, saiu de 7.735 para 36.279 notificações. 

As mulheres representaram quase 70% (153.745) do total de tentativas de suicídio por intoxicações exógenas nesses 11 anos. Sobre os agentes tóxicos utilizados, os medicamentos correspondem a 74,6% das tentativas entre as mulheres e 52,2% entre os homens. As intoxicações exógenas resultam em 4,7% de óbitos em homens e 1,7% nas mulheres.

Motivação para o autoextermínio

Especialistas relatam que o suicídio não é um comportamento isolado, mas multifatorial, ou seja, o resultado de uma complexa interação de fatores biológicos, genéticos, psicológicos, sociológicos, culturais e ambientais. Atualmente, o que mais tem levado ao suicídio é a depressão, segundos os psicólogo. Ocasionada por diversos fatores, que vão desde a predisposição genética até situações de vida que possam desestabilizar o indivíduo, a depressão não pode ser mais um tabu da sociedade, segundo o Conselho Federal de Psicologia (CFP).

Entre os principais sintomas da depressão estão uma tristeza contínua, o desânimo, a falta de energia e a perda de prazer em atividades que antes eram prazerosas. Por isso, se você estiver passando por isso ou conhece alguém ligue 188. Conversar sempre ajuda!

Comentários

Mais de Saúde