Saúde

Dois tipos de coronavírus foram identificados por cientistas chineses

Cientistas da China disseram ter descoberto dois tipos principais do novo coronavírus que podem estar causando infecções. O estudo é de pesquisadores da Escola de Ciências da Vida da Universidade de Pequim e do Instituto Pasteur de Xangai, sob alçada da Academia Chinesa de Ciências, que estudam a origem do surto do novo coronavírus.

diario da manha
Fotp: Reprodução

Cientistas da China disseram ter descoberto dois tipos principais do novo coronavírus que podem estar causando infecções. O estudo é de pesquisadores da Escola de Ciências da Vida da Universidade de Pequim e do Instituto Pasteur de Xangai, sob alçada da Academia Chinesa de Ciências, que estudam a origem do surto do novo coronavírus.

Os cientistas descobriram que um tipo mais agressivo do novo coronavírus associado ao surto de doença em Wuhan representava cerca de 70% das cepas analisadas, enquanto 30% estavam ligadas a um tipo menos agressivo. Ainda informaram que o predomínio do vírus mais agressivo diminuiu após o início de janeiro de 2020, Mas ponderaram que para entender melhor a evolução do vírus é necessário análises em conjunto de dados maiores.

As descobertas foram publicadas na terça-feira(03/03) na National Science Review, a revista da Academia Chinesa de Ciências. As revelações ocorrem em meio à queda de novos casos de coronavírus na China após medidas para impedir a propagação da doença, entre elas a suspensões de transporte e ampliação do feriado do Ano Novo Luna.

A Comissão Nacional de Saúde da China informou que houve uma queda de 12% no número confirmado de vírus na última terça-feira, se comparada a segunda-feira. Alertaram ainda que no exterior o número de novas infecções diárias já superam os novas casos na China.

O número total de casos na China chegou a 80.270. O número de mortes é de 2.981, até 3 de março. Itália, Coreia do Sul e Irã se tornaram locais com alta taxa de infecção.

Com informações da Terra

Comentários