Saúde

Transmissão da Covid-19 cai até 49% após primeira dose da vacina, diz estudo

Pesquisa britânica foi feita com os imunizantes Pfizer/BioNTech e da AstraZeneca. A conclusão foi que o risco de transmitir o vírus para terceiros que não foram vacinados, cai entre 38% e 49% quando a pessoa infectada já havia iniciado seu calendário de vacina

diario da manha
Foto / Reprodução: REUTERS/YVES HERMAN

Estudo feito pelo Public Health England (PHE) publicado nesta quarta-feira (28), apenas com a primeira dose da vacina contra a Covid-19 pode diminuir em até 49% a transmissão do coronavírus. Foram analisadas as vacinas Pfizer/BioNTech e AstraZeneca.

O estudo acompanhou pessoas infectadas pelo vírus da Covid-19, três semanas após tomar a primeira dose, e os demais moradores da mesma casa. A conclusão foi que o risco de transmitir o vírus para terceiros que não foram vacinados, cai entre 38% e 49% quando a pessoa infectada já havia iniciado seu calendário de vacina.

Além disso, os imunizantes também impedem a pessoa que tomou a vacina de desenvolver um quadro sintomático da Covid-19 em até 65% dos casos, quatro semanas depois de tomar a primeira dose.

A pesquisa, que analisou mais de 57 mil pessoas de 24 mil famílias britânicas, foi publicada em pré-print e ainda não foi revisada pela comunidade científica. Porém, o ministro da Saúde britânico Matt Hancock considerou o resultado ”fantástico”.

”Já sabemos que as vacinas salvam vidas e este estudo contém os dados mais abrangentes do mundo real, mostrando que também reduzem a transmissão deste vírus mortal. Além disso, reforça que as vacinas são a melhor forma de sair desta pandemia, pois protegem você e podem evitar que infecte alguém em sua casa sem perceber”, disse.

Ainda assim, a recomendação do governo britânico é que as medidas de proteção continuem sendo tomadas mesmo por quem já foi vacinado.

Comentários