Saúde

11,8 mil doses de CoronaVac chega a Goiás para reforço contra a Covid-19

Através das redes sociais, o governador do estado, Ronaldo Caiado (DEM) comemorou a chegada das vacinas e anunciou que mais duas remessas são esperadas pelo estado

diario da manha
emessa de 11,8 mil doses de CoronaVac - Foto: Divulgação/Britto/SES-GO

Na manhã deste sábado (1), Goiás recebeu 11,8 mil doses de CoronaVac. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO), todas serão usadas como reforço para as pessoas que já receberam a primeira dose da aplicação.

Através das redes sociais, o governador do estado, Ronaldo Caiado (DEM) comemorou a chegada das vacinas e anunciou que mais duas remessas são esperadas pelo estado: 211 mil doses da AstraZeneca ainda neste final de semana e 17 mil da Pfizer na próxima terça-feira (4).

Em uma das publicações, o governador escreveu ”Com essas vacinas, a gente termina a faixa dos idosos e avança bem na vacinação de quem tem comorbidades”.

Ismael Alexandrino, Secretário de Saúde de Goiás, explicou que com a chegada destas doses de CoronoVac neste sábado mais o carregamento de AstraZeneca esperado para até domingo (2), será possível imunizar todos os idosos do estado.

”Significa que toda a população de Goiás com 60 anos ou mais será imunizada. Fazemos um apelo às pessoas que já tomaram a primeira dose e ainda não a segunda que procurem os postos”, disse.

Frasco dos imunizantes CoronaVac – Foto: WILLIAN MOREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

Segundo o secretário, ficou definido que cada cidade deve informar formalmente que terminou de vacinar todos os idosos, profissionais da saúde e forças de segurança e salvamento contra a Covid-19 para, só então, começar a imunização das pessoas com comorbidades.

”O grupo de comorbidades tem cerca de 616 mil pessoas. Muitas delas já receberam a vacina porque também são idosas. Eles serão vacinados em ordem decrescente de idade a partir de 59 anos”, explicou.

Alexandrino lembrou que, neste grupo, estão pessoas com diabetes, hipertensão grave, imunossuprimidas, portadoras de doenças renais, entre outras. Também serão inclusas nesta fase gestantes, puérperas e pessoas portadoras de síndrome de Down.

Comentários