Saúde

Policlínica de Goianésia alerta sobre a importância da prática de atividade física

Em palestra, fisioterapeuta Rosely Sathler Bevitori aborda tema com colaboradores e pacientes da unidade de saúde  

diario da manha

Os benefícios da atividade física e sua importância para a melhora da saúde e da qualidade de vida foram discutidos, na manhã desta sexta-feira, 17, em uma palestra da fisioterapeuta Rosely Sathler Bevitori  para colaboradores e usuários da Policlínica Estadual da Região do Vale do São Patrício – Goianésia.  A ação foi idealizada pela equipe multidisciplinar da unidade e visa estimular a prática diária de exercícios físicos.
 
Rosely Sathler Bevitori  explicou que a prática de atividade física é, sem dúvida, essencial para aumentar a qualidade de vida. “É comprovado cientificamente que a prática frequente de exercícios físicos evita doenças e melhora, até mesmo, nossa disposição para a realização de nossas atividades diárias”, afirma.

A fisioterapeuta relata que a realização de atividade física é  recomendada por todos os profissionais, pois proporciona inúmeros benefícios, entre eles, a prevenção de doenças crônicas, como a hipertensão arterial e o diabetes. “Exercitar-se diariamente pode reduzir os níveis de colesterol, melhorar o condicionamento muscular e cardiorrespiratório, melhora da autoestima.  É um importante aliado no tratamento de depressão, e para o controle de peso, entre outros benefícios que podem ser desencadeados pela prática de atividade física”, destaca.
 
A prática de exercícios é importante no processo de envelhecimento, uma vez que um idoso ativo apresenta mais autonomia para realizar as atividades do seu dia a dia. Além disso, idosos que praticam atividades físicas apresentam menos riscos de sofrerem quedas, as quais podem ser graves em certas idades.

De acordo com Rosely, o importante é realizar a atividade física, mesmo que seja de 10 a 30 minutos diários. “Por mais que pareça pouco tempo, essa prática já proporciona resultados na qualidade de vida. Cada pessoa tem suas limitações, sendo assim cada um realiza sua atividade de forma que não ultrapasse seus limites. O importante é exercitar  para uma vida mais saudável e um envelhecimento tranquilo”, concluiu.

Leia também:

Comentários