Saúde

Cães terapeutas levam alegria a pacientes do Hugo

As cadelas Vitamina e Capoeira percorreram as enfermarias da unidade, proporcionaram afeto e arrancaram sorrisos de usuários, acompanhantes e colaboradores

diario da manha

Os pacientes internados nas enfermarias do Hospital de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz (Hugo) receberam na tarde desta sexta-feira, 7, a visita especial de duas cadelas terapêuticas do Centro Universal de Referência em Assistência Animal (Curaa). Vitamina e Capoeira percorreram os leitos da unidade, levando emoção, alegria e amor à pacientes, acompanhantes e colaboradores.

A ação é uma iniciativa da Comissão de Humanização do Hugo (CH) e visa promover o bem-estar físico, emocional e cognitivo dos pacientes. De acordo com a presidente da CH, Célia Regina Losano, as visitas são consideradas terapias, não abrindo mão da presença de profissionais da saúde e seus condutores. Ela ressalta que há evidências de que a atividade diminui a pressão sanguínea, ansiedade e estresse em crianças, melhora a autoestima, diminui ansiedade e angústia em adultos.

Segundo a terapeuta holística, gestora dos filhotes e co-criadora do Curaa, Elaine Bezerra, os cães usados nos atendimentos têm um perfil dócil e atuam como coterapeutas em um trabalho desenvolvido com terapia holística. “Buscamos inserir o cão como uma ferramenta de inclusão e inserção na sociedade. A proposta é baseada nas pesquisas sobre a Atividade Assistida por Animais (AAA) e Terapia Assistida por Animais (TAA), que são estudos comprovados que mostram uma diminuição dos níveis de estresse e ansiedade, bem como uma melhora significativa na interação social das pessoas através também do olhar holístico que é o ser humano na sua integralidade”, explica.

Os pacientes aprovaram a nova terapia. “Foi muito bom receber a visita dos animais, pois nos trouxe alegria. A gente fica aqui internado sozinha, triste. Ao ver as cadelinhas lembrei de um cachorro que eu tinha da mesma raça. Achei muito bom, fiquei feliz”, relatou a paciente Irailma da Costa Silva, internada há 22 dias no Hugo.

Os colaboradores também ficaram emocionados com a visita dos animais. “Hoje tivemos a visita ilustre desses bichinhos que ajudaram a trazer um pouquinho de alegria e amor para os pacientes do Hugo. Essas ações de humanização são importantes, pois minimizam os efeitos negativos da hospitalização e alegram o ambiente”, finaliza a enfermeira Ane Caroline Silva Ribeiro.

As cadelas terapeutas estão com vermífugos e os cartões de vacina em dias e tomaram um banho reforçado no dia da visita. Esse controle garante que a segurança dos pacientes seja mantida.

Leia também:

Comentários