Brasil

Operação mira suspeitos de planejar massacres em escolas do país

Segundo informações iniciais, pelo menos dois adolescentes e uma mulher adulta elaboraram um plano para invadir escolas e espaços públicos e cometer o suposto massacre

diario da manha
Foto: Reprodução

Policiais civis deflagraram na manhã desta quinta-feira, 2, a Operação Escola Segura. O objetivo é evitar massacres que ocorreriam em colégios e espaços públicos do país. A ação conta com atuação das polícias do Pará, do Espírito Santo e de Minas Gerais.

Segundo informações iniciais, pelo menos dois adolescentes e uma mulher adulta elaboraram um plano para invadir escolas e espaços públicos e cometer o suposto massacre.

A operação é coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Seopi) por meio do Laboratório de Operações Cibernéticas (Ciberlab) e contou com o compartilhamento de informações e colaboração da Agência de Investigações de Segurança Interna (Homeland Security Investigations – HSI) e do Serviço Secreto, ambos da Embaixada dos Estados Unidos, em Brasília.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas residências dos suspeitos.

Leia também:

Comentários