Brasil

Mulher é morta por namorado dentro de hospital

O crimeb foi motivado pelo fato de que o homem não aceitava o fim do relacionamento com a jovem. Ele deve responder por homicídio qualificado

diario da manha

Uma jovem de 29 anos foi morta a facadas dentro da unidade de saúde onde trabalhava em Cubatão (SP). Segundo a polícia, o namorado de Ana Paula Trajano é o principal suspeito pelo crime. Ele foi preso por policiais militares do 2º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep). O homem não teria aceitado o fim do relacionamento que havia ocorrido no mesmo dia.

O caso aconteceu no fim da tarde da última segunda-feira, 04. O 2º Baep informou que que uma equipe estava em patrulhamento, quando viu muitas pessoas gerando tumulto, e identificou uma mulher no chão, ensanguentada, dentro da Unidade de Saúde da Família (USF) Mário Covas.

Em seguida, os policias militares também perceberam que um homem tentava se desvencilhar dos moradores que o detiveram. Nesse momento, foram informados pelas testemunhas de que ele havia esfaqueado a vítima. A PM prendeu o suspeito e pediu apoio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que já havia sido acionado pela população. De acordo com o Baep, posteriormente, foi realizada perícia no local, e a faca utilizada no crime foi apreendida.

A jovem não resistiu e teve a morte constatada no Pronto Socorro Central de Cubatão. O suspeito foi conduzido à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Cubatão, onde foi elaborado o boletim de ocorrência por homicídio qualificado. O homem foi preso.

Segundo informações do G1

Leia também:

Comentários