Brasil

Policial é afastado do cargo após ameaçar aluno em escola pública

Segundo a PM, o fato foi pontual e não corresponde com a filosofia do projeto e com o comportamento dos demais profissionais, que são selecionados e recebem capacitação para a função

diario da manha

A Polícia Militar do Distrito Federal informou que o policial militar que ameaçou “arrebentar” um aluno do Centro Educacional (CED) 1, na Estrutural, será afastado do cargo. A ameaça ocorreu na última quinta-feira, 05, durante um protesto dos estudantes contra a exoneração da vice-diretora Luciana Pain, que critica a gestão cívico-militar na unidade.

Em nota, a corporação afirmou que o caso será investigado. Segundo a PM, o fato foi pontual e não corresponde com a filosofia do projeto e com o comportamento dos demais profissionais, que são selecionados e recebem capacitação para a função.

A Secretaria de Educação do DF também argumentou a favor da gestão compartilhada de instituições de ensino com a Polícia Militar e afirmou que casos pontuais são averiguados pelas pastas, para adoção de providências cabíveis a cada situação.

O Ministério Público do Distrito Federal(MPDFT) investiga o caso e diz que esta atento para garantir o funcionamento adequado das escolas de gestão compartilhada com a PMDF. Já a Comissão de Direitos Humanos da Câmara Legislativa do DF (CLDF) enviou um ofício para a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, pedindo providências em um prazo de 30 dias.

Segundo informações do G1

Leia também:

Comentários