Brasil

Quadrilha suspeita de estelionato lavava dinheiro adquirindo e vendendo artigos de luxo

Eles devem responder por estelionato, associação criminosa e posse de arma de fogo de uso restrito. O chefe da quadrilha, DG, também vai responder por corrupção ativa

diario da manha

A investigação da Polícia Civil do Rio de Janeiro aponta que a quadrilha suspeita de estelionato em Santa Catarina, e que foi presa na cidade na última quinta-feira, 12, tentava lavar o dinheiro dos golpes adquirindo e vendendo artigos de luxo na internet.

A polícia prendeu Diego Luís Pereyra Ferreira, o DG, Willian Teixeira Chicorsky, Fernanda Natalina dos Santos Lima e Angélica Albercht. Cruzamento de dados do grupo identificou que a questão das joias era secundária, que se tratava de um grupo criminoso especializado em estelionato virtual.

De acordo com a corporação, os suspeitos tinham o cuidado de realizar diversas transferências em valores pequenos para dificultar o rastreio dos valores. Também adquiriam itens de luxo, como bolsas, perfumes, celulares e joias, que revendiam em links na internet.

Ainda segundo a polícia, os suspeitos devem responder por estelionato, associação criminosa e posse de arma de fogo de uso restrito. O chefe da quadrilha, DG, também vai responder por corrupção ativa.

Segundo informações do G1

Leia também:

Comentários