Cidades

Motorista da AMBEV "vítima" de falso sequestro tem prisão preventiva decretada, em Aparecida de Goiânia

As investigações apontaram ainda que ele estava descontente com os cortes de pontos feitos pela empresa, pois recentemente foi preso por violência doméstica.

diario da manha
Foto/Reprodução

O motorista “vítima” de falso sequestro, Marinaldo Ribeiro Molhomem de 32 anos, em Aparecida de Goiânia, teve sua prisão preventiva decretada na última quinta-feira (18/07) após o fim do inquérito sobre o suposto crime. Segundo informações da Polícia Civil do Estado de Goiás, um auditoria executada pela a empresa Regra Logística/AMBEV, onde o caminhoneiro trabalhava, constatou que o homem descumpriu uma norma padrão de não manter valores em sua posse durante as entregas que fazia.

As investigações apontaram ainda que ele estava descontente com os cortes de pontos feitos pela empresa, pois recentemente foi preso por violência doméstica. Segundo as investigações da PC, comprovou-se que o motorista subtraiu dinheiro das entregas. Além disso, o condutor fugiu para outro estado, ainda não informado.

A empresa informou ainda que R$ 20 mil estavam desaparecidos. A polícia relatou que na época em que ocorreu o suposto crime, em junho deste ano, o caminhoneiro desapareceu deixando as chaves no veículo carregado de bebidas. Devido ao cenário encontrado, a PC passou a trabalhar na hipótese de um sequestro.

Entretanto, ainda em junho, um ajudante do motorista, ouvido pela empresa durante auditoria, informou que Marinaldo não estava depositando os valores obtidos por meio das entregas no cofre do caminhão, o que, segundo supervisor da AMBEV, “causava certa estranheza”.

Com a finalização do inquérito sobre o suposto crime, de acordo com a Polícia Civil, Marinaldo deve responder pela subtração de alto valor em dinheiro mediante abuso de confiança, o que pode lhe render uma condenação de até oito anos de reclusão.

Falso sequestro do motorista

O motorista de caminhão Marinaldo desapareceu no dia 8 de junho deste ano. O veículo, carregado de bebidas, foi encontrado abandonado com uma porta da lateral esquerda aberta. O carro estava no bairro Ilda, em Aparecida de Goiânia. A Polícia Militar chegou a ser acionada.

Na ocasião, foi relatado que havia sumido cerca de R$ 20 mil em dinheiro e No cofre do veículo foi encontrado apenas um cheque no valor de R$ 10.046,26. Além disso, no caminhão foi encontrado algumas caixas vazias.

O caminhão foi encaminhado para a 4ª Delegacia Distrital de Aparecida de Goiânia e a delegada de Polícia Ilda Helbingen dos Santos deu início às investigações sobre o suposto sequestro.

Comentários