Cidades

Após ameaça de morte, padre encerra missa em Goiânia

Homem ameaça a própria esposa e padre e foge do local. Polícia investiga o caso.

diario da manha

Josinaldo Filomeno da Silva, padre da igreja da Paróquia Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo e Santo Expedito no setor Jardim América passou um susto durante a missa que ministrava no último domingo (11/8). Ele sofreu ameaça de morte do marido de uma fiel. O suspeito de 63 anos, segundo o padre, tinha dito que mataria ele e a própria esposa.

De acordo com funcionários da igreja e fiéis presentes na missa, o homem estava na primeira fileira de cadeiras, aparentemente armado. Após a ameaça durante a celebração, a mulher se encaminhou para uma sala dentro da igreja e o marido foi atrás. Alguns voluntários tentaram acalmar o homem, enquanto outros cuidaram da segurança do padre e o retiraram do altar.

A polícia foi chamada e ao perceber a movimentação, o suspeito fugiu do local. Em seguida, um ministro da igreja encerrou a celebração e depois o padre retornou para aos fiéis o que havia acontecido. O pároco afirmou nunca ter passado por uma situação assim.

Não foi a primeira ameaça feita pelo homem contra o padre

Mas o padre também relatou à polícia que no final do ano passado, o homem pediu um aconselhamento para resolver alguns assuntos pessoais. No entanto, segundo Josinaldo, o homem não tinha ido lá com a real intenção de ouvir conselhos e no final da conversa, o homem disse algo que se assemelhou como uma ameaça. O padre não deu importância ao fato na época, mas ficou com medo.

A ocorrência foi registrada na Central de Flagrantes, mas já foi repassada para a 7º Delegacia de Polícia Civil de Goiânia (DP), que está investigando o caso. O DM online entrou em contato com a Arquidiocese de Goiânia por telefone em busca de um posicionamento referente ao ocorrido na Paróquia, mas não obteve resposta.

*Com informações do O Popular

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO