Cidades

Prefeito de Luziânia é investigado por assédio sexual

Prefeito chegou a registrar B.O contra vereadores, sob alegação que as denúncias são uma forma de perseguição política

diario da manha
Foto:Reprodução

O Prefeito de Luziânia Cristóvão Vaz Tormin (PSD) no Entorno do Distrito Federal (DF), é investigado por assédio sexual pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO).

A informação sobre as investigações não foram divulgadas pelo MPGO, que informou que recebeu denúncias anônimas contra o chefe do poder executivo do município, e que as investigações correm sob sigilo.

Além das acusações que pesam sobre o prefeito de Luziânia, Cristovão tentou trazer, para o campo político, e inclusive registrou um Boletim de Ocorrência contra alguns vereadores do município.

Sob alegação de perseguição política, prefeito de Luziânia registrou B.O contra vereadores

O DM Online conversou por telefone com o vereador Télio Rodrigues (PSDB) que confirmou que além dele, o parlamentar Eliel Junior (Solidariedade) tiveram o B.O registrado pelo gestor municipal contra eles.

“O prefeito tentou trazer para o campo político as denúncias contra ele, e fez um B.O, contra a minha pessoas, e outros colegas, alegando que isso é perseguição”, explica Télio.

Conforme o parlamentar, aproximadamente 10 mulheres procuraram o MPGO em Goiânia e denunciaram os abusos. “Essas mulheres quebraram o silêncio e não tem nada haver com política, pois não acredito que elas iriam se submeter a uma situação dessa”, conclui o vereador.

A reportagem buscou um posicionamento do prefeito de Luziânia, referente as denúncias de assédio, e as declarações do vereador, mas até o momento nenhuma das ligações foram atendidas. O espaço fica aberto para que em momento oportuno, o chefe do executivo de Luziânia, possa se posicionar sobre o assunto em questão.

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO