Cidades

Paraguai: suspeitos de matar quatro pessoas são presos

O crime aconteceu no último sábado, 9, e as autoridades locais investigam o caso

diario da manha

Os suspeitos de assassinar quatro pessoas no Paraguai foram presos pela Polícia Nacional do Paraguai nesta segunda-feira 11. A chacina teria sido executada por seis suspeitos na cidade de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, Mato Grosso do Sul, no último sábado, 9.

As autoridades estão investigando se há o envolvimento do PCC (Primeiro Comando da Capital) no crime. As detenções aconteceram em uma casa que os suspeitos estavam antes de cometer os assassinatos. Além disso, a operação também apreendeu três veículos.

Osmar Grance, de 32 anos, Kaline Reinoso de Oliveira, 22, Rhamye Jamilly Borges de Oliveira, 18, e Haylee Carolina Acevedo Yunis, 21, a filha do governador de Amambai, de Ronald Acevedo, estavam no veículo branco, apoia saírem de uma casa de festas.

As autoridades locais alegam que foram mais de 100 tiros de fuzil disparados contra as vítimas por cerca de 10 segundos. O motorista do carro, Osmar foi atingido por 31 disparos, Kaline 14 tiros, Rhamye 10 tiros e Haylee seis tiros.

De acordo com a Polícia o alvo seria Osmar, o dono de uma lavanderia, na qual 14 integrantes do PCC foram presos neste ano. A vítima seria suspeita de informar o Senad e denunciar a reunião dos integrantes do PCC na ocasião.

Chacina em Paraguai

Leia também:

Comentários