Cidades

Caso do caseiro: Suspeito trabalhou em plantação de tomate na região onde é buscado

Na manhã de quarta-feira, 1°, uma equipe de policiais militares foià plantação

diario da manha

Wanderson Mota Protacio, suspeito de matar a esposa grávida, a enteada de 2 anos e um fazendeiro no último domingo, 28, trabalhou em uma plantação de tomate na fazenda Santo Antão, a cerca de 15 quilômetros de Abadiânia, no Entorno do Distrito Federal.

“Ele tinha um comportamento igual ao dos outros. Aqui não tem tempo para desavença, nem para amizade”, garantiu um colaborador. A fazenda é voltada para o plantio de pimentões verdes, mas, em algumas épocas do ano, também se plantam tomates, levados ao Ceasa em Goiânia, afirma um funcionário.

Na manhã de quarta-feira, 1°, uma equipe de policiais militares chegou a ir à plantação. Eles ouviram funcionários, mas a informação não foi considerada de relevância para definir o paradeiro de Wanderson.

Leia também:

Comentários