Cidades

Mulher denuncia assédio praticado por motorista de aplicativo durante corrida

Em nota, a Uber informou ter desativado a conta do motorista em questão. A empresa ainda se colocou à disposição para colaborar com as autoridades com as investigações do caso

diario da manha

Uma jovem de 25 anos denunciou que foi assediada por um motorista de aplicativo durante corrida a caminho do trabalho na última sexta-feira, 10, em Goiânia. Segundo ela, o homem estava com calça abaixada e se masturbou durante o trajeto. Para ela, o momento foi assustador. O suspeito também teria prolongado o tempo da corrida conforme as investigações.

Ela conta que, ao entrar no carro, passou a maior parte do tempo distraída, olhando para o celular, e só percebeu o que o motorista fazia quando ele parou em um semáforo. Ainda de acordo com a jovem, foi a primeira vez que ela vivenciou uma situação de tamanha gravidade, todavia, ela conta ter ouvido relatos de outras mulheres.

Em nota, a Uber informou ter desativado a conta do motorista em questão. A empresa ainda se colocou à disposição para colaborar com as autoridades com as investigações do caso.

Segundo informações do G1

Leia também:

Comentários