Cotidiano

Duas mulheres são presas após confessarem ter matado homem a facadas

No momento da briga, uma das suspeitas pegou a faca e golpeou o homem, que morreu no local

diario da manha
Foto: PCDF/Reprodução

Na ultima quarta-feira (01), duas mulheres foram presas suspeitas de matar um homem a facadas em Ceilândia, no Distrito Federal (DF). O crime aconteceu no dia 3 de agosto, quando a vítima foi encontrada morta em uma praça da região após uma discussão.

A dupla contou que reagiu contra o homem que insistiu após o termino do ‘relacionamento amoroso‘. No momento da briga, uma das suspeitas pegou uma faca e entregou para a outra mulher, que golpeou a vítima. O homem morreu no local, e as autoras fugiram.

O delegado do caso, João Dimitrov, da 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Norte), relatou que no dia do crime, as mulheres estavam em um bar com o suspeito. Em seguida, após o fechamento do estabelecimento, elas foram “continuar a confraternização” na praça.

“Eles beberam juntos e, em determinado momento, o homem tentou manter relacionamento amoroso com uma delas, gerando uma discussão“, afirmou.

O delegado disse que esse caso foi “bastante complicado”, já que não havia testemunhas ou imagens da cena do crime. “A gente encontrou apenas o corpo. Nada havia sido levado”. A principio a hipótese inicial era latrocínio, já que assaltos com facas são comuns na região. Com um mês o caso foi solucionado.

Segundo o investigador, uma das suspeitas tem passagem pela polícia por tráfico de drogas. Ela contou aos policiais que a região é perigosa e, por isso, andava com uma faca.

Os mandados de prisão temporária foram cumpridos na casa das suspeitas, no Sol Nascente, no DF. Elas devem responder por homicídio e a pena para esse tipo de crime é de 6 a 20 anos de prisão. Na delegacia elas confessaram o crime.

Com informações do G1*

Leia Também

Comentários