Cotidiano

Grávida tenta pular janela para fugir das agressões do companheiro

Segundo o agressor, 'era apenas uma briga de casal'

diario da manha
Foto/reprodução

Maria José, de 35 anos, grávida de três meses, foi filmada pelos vizinhos tentando pular à janela do apartamento de casa, após ser agredida pelo marido em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. Ela tentou pular da janela para fugir das agressões do soldador e motorista de aplicativo, Vitor Batista, de 32 anos. Maria José chegou pedir socorro em um bilhete atirado pela janela.

Nas imagens, registradas pelos vizinhos, o pânico de Maria José derruba a versão apresentada pelo marido, na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM), a qual ele relata que era apenas uma “briga de casal”, porém a mulher já estava sendo agredida com frequência ao longo dos dois anos de relação com Vítor.

Grávida tenta fugir das agressões do marido pulando a janela
Um trecho do vídeo que ela tenta pular da janela. Imagem/Reprodução

“Ele tinha ciúme e era muito possessivo, não me deixava ir para rua, só para o trabalho. Inclusive, perdi meu emprego. Quando ele me agredia, eu ficava marcada e não podia trabalhar. Eu inventava desculpas porque eu ficava dentro de casa”, conta a vítima.

Em depoimento ela relembrou que já pulou a mesma janela há três meses atrás. Os gritos de socorros foram ouvidos pelos vizinhos que registraram o fato. Maria José disse que já era vítima de violência durante a semana e que no domingo (12) ele teria agredido o filho dela, além de começar uma discussão.

Segundo a polícia, a ação dos vizinhos foi fundamental para a prisão do agressor. “Hoje essa discussão continuou, e o autor agrediu ela novamente. Ela tentou se jogar da novamente da janela para fugir dessas agressões”, disse a delegada.

Leia Também

Comentários