Entretenimento

Durante missa, Padre xinga repórter da Globo de “viadinho” e “idiota”; assista

O padre Paulo Antônio Müller, da Paróquia de Tapurah, no Mato Grosso, xingou o repórter da Globo Pedro Figueiredo e seu marido, Erick Rianelli, de “viadinho” e "idiota".

diario da manha

O padre Paulo Antônio Müller, da Paróquia de Tapurah, no Mato Grosso, xingou o repórter da Globo Pedro Figueiredo e seu marido, Erick Rianelli, de “viadinho” e “idiota”.

A situação ocorreu no último dia 12, enquanto o jornalista encerrava a edição do RJTV desejando feliz Dia dos Namorados ao marido. Durante uma missa no dia 13, o pároco criticou a união homoafetiva, que estaria em desacordo com os dogmas religiosos, os chamou de “ridículos” e “idiotas”.

“A gente faz um namoro não como a Globo apresentou essa semana. Dois viados. Desculpa, dois viados. Um repórter, um viadinho, chamado Pedrinho. ‘Prepara meu almoço que eu tô chegando, tô com saudade”, ironizou.

Leia também: Ao vivo, repórter da Globo cai de ponte durante jornal; assista

“Pega a Bíblia e olha o Livro Gênesis: Deus criou o homem e a mulher. Isso que é casamento. Que chame a união de qualquer coisa, mas não de casamento, por favor. Isso é falta de respeito para com Deus (sic). Isso é sacrilégio, é blasfêmia. Casamento é coisa bonita e digna. O sentimento do amor é entre homem e mulher, marido e mulher”, disparou.

Além disso, o padre disse aos fiéis: “Por favor, que esta não seja a sua cabecinha também, tá? Nem do seu filho, nem da sua filha”.

Na página oficial da paróquia no Facebook, internautas registraram inúmeras indignações contra o religioso. “Homofobia é crime. Não são mais os anos 90. Não é mais tolerado o preconceito”, escreveu uma usuária.

Comentários