Entretenimento

Luccas Neto ganha R$ 50 mil em ação contra youtuber bolsonarista que o acusou de pedofilia

Raposo deverá publicar uma retratação, com multa de R$ 500 por dia em caso de descumprimento.

diario da manha

Luccas Neto, de 29 anos, venceu uma ação contra o blogueiro bolsonarista Ed Raposo e irá receber R$ 50 mil por danos morais. O irmão de Felipe Neto foi acusado de “incentivar a pedofilia” em seus vídeos, voltados às crianças.

Em decisão da juíza Flavia de Almeida Viveiros de Castro, da 6ª Vara Civil da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, Raposo deverá publicar uma retratação, com multa de R$ 500 por dia em caso de descumprimento.

Leia também: Na cadeia, ex-deputada Flordelis fica noiva de produtor musical

De acordo com a juíza, o bolsonarista usou trechos descontextualizados de vídeos de Neto para “insinuar a existência de conteúdo sexual nos vídeos infantis produzidos pelo autor”.

“Trata-se de conduta mesquinha e odiosa, sendo que concorre com o direito de livre manifestação, o qual não inclui a prática das fake news”, diz o processo.

Leia também: Perrengue chique? Carro de Roberto Carlos enguiça no meio da rua por falta de gasolina; assista

A decisão do TJ-RJ aponta que ele não contestou as acusações após ser intimado durante o processo. Ao UOL, a equipe jurídica de Luccas Neto disse que medidas como essa são necessárias para garantir a verdade e combater discursos de ódio e fakenews”.

O vídeo foi publicado no canal de Raposo no YouTube e removido da plataforma após a denúncia feita por Neto. O youtuber, que produz conteúdos para crianças, apontou que trechos de seus conteúdos foram usados “fora do contexto”.

Comentários