Entretenimento

Ministério Público denuncia Eduardo Costa por estelionato, diz colunista

Além do sertanejo, o seu sócio na empresa EC13, Gustavo Caetano da Silva, também foi denunciado.

diario da manha

Eduardo Costa está sendo denunciado pelo Ministério Público de Minas Gerais por crime de estelionato. As informações são da colunista Fábia Oliveira, do portal Em Off.

De acordo com a denúncia da 12ª Promotoria de Belo Horizonte apresentada à Justiça na última sexta-feira (25), o cantor fez um contrato de compromisso de compra e venda, no dia 16 de julho de 2015, com duas vítimas, e adquiriu delas, um imóvel no bairro Bandeirantes, na capital mineira, por R$ 9 milhões.

Leia também: Irmão de Marília Mendonça rebate seguidora que o acusou de estar ‘feliz demais’: “Proibido de ser feliz”

Como parte do valor, Eduardo Costa deu um outro imóvel localizado em uma região conhecida como “Fazenda Engenho da Serra”. No entanto, segundo a promotoria, omitiu de forma dolosa, sobre o fato de se tratar de bem “litigioso”, obtendo “vantagem ilícita”, em prejuízo das “vítimas”. O imóvel era objeto de reintegração de posse desde 2012. Além de outra ação civil pública, feita em 2013.

Ainda segundo a publicação, o MP afirma que ele não falou sobre as ações que existiam para às vítimas.

“As vítimas e os profissionais que auxiliaram diretamente nas negociações foram mantidas em erro, mediante artifício e ardil, pelos denunciados, que omitiram tais informações, tanto que não há qualquer menção de tais ações no contrato celebrado, constando, ao contrário, que os bens ofertados estariam livres e desimpedidos de quaisquer ônus”, consta no documento.

Leia também: Luccas Neto ganha R$ 50 mil em ação contra youtuber bolsonarista que o acusou de pedofilia

Além do sertanejo, o seu sócio na empresa EC13, Gustavo Caetano da Silva, também foi denunciado e assinou como testemunha. Ele participou das negociações.

Comentários