Esportes

Internacional bate Cruzeiro e decide Copa do Brasil com Atlhetico Paranaense

CBF define os mandos de campo da final da Copa do Brasil na tarde desta quinta-feira (5)

diario da manha
Foto: Reprodução

Após o Atlhetico Paranaense devolver o placar de 2 a 0 contra o Grêmio e vencer nos pênaltis por 5 a 4, para garantir a vaga na final da Copa do Brasil 2019, foi a vez do Internacional bater o Cruzeiro pelo placar de 3 x 0 e carimbar a vaga para decisão do torneio.

O Internacional recebeu o Cruzeiro no Estádio da Beira Rio em Porto Alegre na noite desta quarta-feira (4/9) e precisava de apenas um empate para conquistar sua classificação para as finais da segunda maior competição do Brasil.

No primeiro minuto de jogo o atacante Paolo Guerrero tomou a bola no ataque e invadiu a área, na hora do chute o zagueiro Dedé apareceu para cortar e afastar.

A resposta da raposa veio logo em seguida, Marquinhos Gabriel tabelou com Pedro Rocha que invadiu a área e bateu na saída do goleiro Marcelo Lomba, a bola sobrou para o atacante David que tentou o chute, mas errou o alvo.

Aos 11′ do primeiro tempo o atacante Nico Lopez recebeu na entrada da área e bateu de fora da área, a bola passou a esquerda do gol defendido por Fábio.

O Internacional teve a oportunidade de ampliar a vantagem após a cobrança de três escanteios seguidos. No terceiro pela segunda vez, a bola chegou ao atacante Paolo Guerrero que apenas escorou para Rodrigo Lindoso que bateu no meio do gol para a defesa do goleiro Fábio.

A resposta do Cruzeiro veio aos 31′ da etapa inicial, o time mineiro trabalhou a bola e chegou ao atacante Pedro Rocha que tentou bater de fora da área, mas foi travado na hora do chute.

O Internacional tentou chegar, a bola sobrou para D’ Alessandro que tentou bater de fora da área, mas isolou, em seguida o Cruzeiro deu a resposta, a bola sobrou com Thiago Neves que bateu colocado, mas a bola passou tirando tinta da trave do gol defendido por Marcelo Lomba.

O Cruzeiro tentou sair jogando, mas um erro de passe no meio campo armou o contra ataque do Internacional. O atacante Nico Lopez partiu na velocidade e tentou tabelar com Guerrero, porém a opção do uruguaio foi o capitão D’ Alessandro pela ponta direita do ataque, que deixa a bola escapar mas conseguiu fazer o cruzamento para Paolo Guerrero colocar a bola no fundo da rede e abrir o marcador 1 a 0.

Trio ofensivo do Internacional funciona e leva colorado para decisão

No início da etapa final do jogo, o técnico Rogério Ceni foi obrigado a gastar uma das três substituições e colocar Ariel Cabral no lugar de Dedé que saiu machucado. Após a mudança, aos 2′ minutos o Internacional chegou com perigo, a bola sobrou com Patrick que tentou bater de fora da área, mas isolou.

O Cruzeiro tentou dar a resposta aos 4′ da segunda etapa, Marquinhos Gabriel ficou com a bola e tentou arriscar de fora da área, mas a bola bateu no zagueiro Victor Cuesta da equipe colorada.

Enquanto o time mineiro tentava criar o espaço para empatar o jogo e se manter vivo na briga pela vaga, o time colorado tentava se aproveitar dos erros do time comandado por Rogério Ceni. Em um erro de passe de Ariel Cabral, a equipe dirigida por Odair Hellmann chegou, o atacante Nico Lopez invadiu a área e tentou bater, mas o goleiro Fábio apareceu para defender e salvar o Cruzeiro de tomar o segundo gol.

O Internacional aproveitou para ampliar a vantagem aos 28′ da etapa complementar, D’Alessandro cobrou lateral para o volante Edenílson que tocou para Nico Lopez, que de cavadinha passou tocou para Paolo Guerrero que dominou no peito e sem deixar cair emendou para fazer o segundo dele no jogo.

O Cruzeiro teve a chance de diminuir com Thiago Neves, após bola trabalhada, o meia do time mineiro recebeu na entrada da área e tentou de fora da área, mas a bola passou por cima do gol defendido por Marcelo Lomba.

Após uma falta marcada do ataque mineiro, o zagueiro Victor Cuesta lançou o volante Edenílson que saiu na cara do goleiro Fábio, que tocou por cobertura para marcar o terceiro do colorado e garantir de vez a vaga na grande decisão.

Com a vitória pelo placar de 3 a 0, o Internacional somou 4 a 0 no agregado e garantiu sua classificação para a final da Copa do Brasil 2019 contra o Athlético Paranaense, que acontece nos dias 11 e 18 de setembro deste ano.

Escalação:

Internacional: 12 – Marcelo Lomba, 2 – Bruno, 4 – Rodrigo Moledo, 15 – Victor Cuesta, 6 – Uendel (29 – Sarrafiore), 19 – Rodrigo Lindoso, 5 – Patrick, 8 – Edenílson, 7 – Nico Lopez (33 – Nonato), 10 – D’ Alessandro (11 – Rafael Sóbis) e 9 – Paolo Guerrero.

Técnico: Odair Hellmann

Cruzeiro: 1 – Fábio, 27 – Jadson, 26 – Dedé (5 – Ariel Cabral), 25 – Fabrício Bruno, 18 – Dodô, 8 – Henrique, 19 – Robinho (15 – Éderson), 10 – Thiago Neves, 20 – Marquinhos Gabriel, 11 – David e 32 – Pedro Rocha (9 – Fred).

Técnico: Rogério Ceni

Comentários

Mais de Esportes