Esportes

CT do Vila Nova é invadido por torcedores

Dentro do Centro de Treinamento, estavam os jogadores e comissão técnica do Vila, que tiveram o treino interrompido

diario da manha
Foto: Reprodução/Whatsapp

O CT do Vila Nova foi invadido por torcedores revoltados com a situação do clube, na manhã desta quarta-feira (9/10), no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia. Dentro do Centro de Treinamento, estavam os jogadores e comissão técnica do Vila, que tiveram o treino interrompido com a invasão.

O Batalhão Especializado de Policiamento em Eventos (BEPE), foi acionado para conter a invasão, além da unidade que já estava no local. Por volta das 10h da manhã, os torcedores envolvidos que fazem parte da torcida organizada do clube, quebraram o portão de entrada e invadiram o CT.

Mesmo com a advertência dos policiais, os torcedores seguiram rumo ao campo e iniciaram as agressões em jogadores e comissão técnica. Pedras, tijolos e cones, extraídos do lado externo do CT foram utilizados para agredir a equipe do Vila. Desta forma, foi necessária a intervenção policial com a utilização de armamentos químicos e disparos de elastômero.

A invasão terminou com um dos torcedores da organizada, preso. O homem identificado como Marcos Paulo Fernandes Pereira, é diretor da Torcida Organizada Esquadrão Vilanovense e já possui passagens por tráfico de drogas.

Ontem (8/10), também houve protesto feito por três torcedores vilanovenses, na chegada da equipe do Vila no aeroporto de Goiânia. Todos os atletas passaram direto, sem conversar com os torcedores. Com exceção do zagueiro Diego Jussani, que tentou acalmar os ânimos do grupo.

Há menos de um mês, loja do Vila sofreu incêndio no CT

No dia 17 de setembro, a loja Sócio Tigrão, pertencente ao clube, sofreu um incêndio, no CT do Vila, no Leste Universitário. As chamas não deixaram vítimas e nem feridos, mas quanto aos produtos do Vila Nova, foram praticamente todos destruídos pelo fogo.

O incêndio ocorreu logo após a derrota do Vila, pelo placar de 2×0 para o Botafogo-SP, no Serra Dourada. O time goiano está na zona de rebaixamento, na 17° colocação, com 29 pontos. A situação do Tigrão é complicada, e o próximo jogo é contra o rival goiano Atlético Goianiense, que está na vice-liderança do campeonato. A partida será sexta-feira (11/10), às 19h15, no Serra Dourada.

Comentários

Mais de Esportes