Esportes

Grêmio Anápolis é o campeão de 2021

Grêmio Anápolis se junta a Goiatuba, Crac, Anápolis e Itumbiara como campeões do interior

diario da manha
Fotos: Willi Becker

Vila Nova e Grêmio Anápolis entraram em campo, na tarde deste domingo, 23, pelo jogo de volta da decisão do Goianão 2021. O Tigre com a chance de conquista o título da primeira divisão estadual depois de 16 anos, e a Raposa com a chance de ganhar pela primeira vez o campeonato. No jogo de ida um empate pelo placar de 1 a 1, e o confronto aberto no Estádio Onézio Brasileiro Alvarenga (OBA) e no jogo de volta o placar se repetiu e foi para decisão nos pênaltis e o Grêmio Anápolis venceu por 5 a 4 e conquistou o título de Campeão Goiano.

Para o jogo decisivo da final do campeonato estadual, o Vila Nova não pode contar com o meia Alan Mineiro, que se recupera de lesão; já o Grêmio Anápolis não teve a disposição o atacante Ronald e o zagueiro Darnley suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Além disso, a equipe de Anápolis entrou em acordo com o Vila Nova para contar com os atletas emprestados pelo colorado ao clube anapolino na decisão, entre eles o lateral-esquerdo Igor.

O jogo:

Nos primeiros minutos de partida o Vila Nova partiu para cima do adversário, com o intuito de assustar a equipe anapolina, mas pecou nas finalizações. Embora tenha pressionado inicialmente, o time comandado por Cléber Gaúcho foi se acertou em campo aos poucos.

Tanto que na primeira grande chance da Raposa, o atacante Lucão tabelou com Mateus Martins, recebeu de volta, e o goleiro Georgemy apareceu para dividir com ele e fazer uma grande defesa.

O Tigre respondeu aos 9′ do primeiro tempo, depois de trabalhar a bola pela esquerda, ela chegou aos pés de Celsinho sozinho pela direita, que arriscou de fora da área, mas o goleiro Jordan apareceu para fazer a defesa.

E aos 16′ do primeiro tempo por pouco o Grêmio Anápolis não abriu o placar, após lançamento do meio de campo de Victor Braga, Vinicius saiu na cara do gol, e tocou na saída do goleiro Georgemy, mas a bola tirou tinta da trave do gol defendido pelo arqueiro colorado na chance mais clara de gol da partida.

Seis minutos depois, o goleiro colorado apareceu mais uma vez para evitar o gol da Raposa, Araújo recebeu pela esquerda e tentou o cruzamento, a bola desviou na defesa do Tigre e o Georgemy colocou a bola para escanteio.

Aos 36′ a melhor chance do Vila Nova veio após a cobrança de falta, em jogada ensaiada, Celsinho alçou essa bola na área, e o zagueiro Saimon apareceu sozinho para cabecear, mas para fora e sem levar perigo ao gol defendido por Jordan.

O Grêmio Anápolis teve mais uma chance de abrir o placar aos 42′, após cruzamento da esquerda, a bola cruzou toda a área e nenhum dos atacante da Raposa conseguiu desviar a bola para abrir o placar.

Embora as esquipes tenham criado chances na primeira etapa, a rede não balançou e os dois times desceram com o placar zerado para o intervalo.

Gols apenas no segundo tempo e com VAR em ação

O segundo tempo começou da mesma maneira da primeira etapa, com o Vila Nova ligado e pressionando a equipe adversária. Na melhor chance no início da etapa complementar, após cruzamento pela esquerda, W. Formiga tentou desviar de cabeça, mas o goleiro Jordan apareceu para fazer uma grande defesa e evitar o gol colorado.

Henan fez a falta no meio de campo, Victor Braga alçou na área, e o atacante Vinicius apareceu para desviar e encobrir o goleiro Georgemy para abrir o placar aos 15′ da segunda etapa para o Grêmio Anápolis 1 a 0.

O Vila Nova tentava chegar nas bolas paradas, e aos 24′ da etapa complementar, o zagueiro Saimon teve a chance de empatar a partida, mas cabeceou por cima do gol do goleiro Jordan.

E não demorou muito, Pedro Júnior brigou pela bola e roubou ela do volante Lúcio, e partiu em velocidade, o atacante levantou a cabeça e tocou para Kelvin para tocar para o gol e empatar o jogo. No entanto, o árbitro de vídeo comandando por Jefferson Ferreira chamou Elmo Rezende e anulou o gol de empate da equipe colorada.

O Grêmio Anápolis teve a chance de ampliar o marcador, após o atacante Vinicius puxar o contra ataque na velocidade, ele encontrou Lucão na entrada da área, mas o companheiro não conseguiu dominar a bola e a zaga colorada afastou.

O Vila Nov partiu para cima em busca do gol de empate, e aos 35′ a bola sobrou nos pés de Pedro Bambu na entrada da área e arriscou, mas a bola passou longe do gol defendido pelo goleiro Jordan.

A pressão colorada funcionou, aos 37′ Thiaguinho tentou a jogada individual, a zaga da Raposa afastou e o lateral William Formiga acertou um lindo chute de fora da área para empatar o jogo 1 a 1.

Aos 47′ o Vila Nova chegou em uma cobrança de falta, e há o desvio no início da jogada, Rafael Donato apareceu para empurrar a bola para o gol, mas acabou errando a bola. O time colorado pediu pênalti no lance, que foi analisado pelo VAR, que mandou seguir a partida. Com o empate pelo placar de 1 a 1, a decisão foi para as penalidades.

Pênaltis:

Henan foi para a cobrança e marcou o primeiro para o Vila Nova; Vinicius deixou tudo igual; Arthur Rezende demorou demais e isolou; Thiago Rubim foi para a cobrança e colocou a Raposa na frente; Rafael Donato deixou tudo igual na terceira cobrança; Vidal foi para a cobrança e deixou o time anapolino na frente; Pedro Bambu foi para a cobrança pelo colorado e empatou o jogo; Luizão foi para a cobrança e deixou a Raposa na frente no marcador; Pedro Júnior bateu e deixou tudo igual; última cobrança do Grêmio Anápolis caiu nos pés de Victor Braga para bater e fechar em 5 a 4 e dar o título a Raposa.

Vila Nova: 1 – Georgemy, 21 – Celsinho (19 – Pedro Júnior), 5 – Rafael Donato, 4 – Saimon, 13 – W. Formiga (14 – Nilson Júnior), 6 – DUDU, 8 – Arthur Rezende, 11 – João Pedro (17 – Thiaguinho), 7 – Pedro Bambu, 20 – Kelvin e 9 – Henan.

Técnico: Wagner Lopes

Grêmio Anápolis: 23 Jordan, 2 Baiano, 3 Guti, 4 Roger, 6 Igor (16 – Matheus Rodrigues), 5 Lúcio (13 – Luizão) , 8 Araújo (20 – Neto), 10 Victor Braga, 7 – Vinicius, 11 – Mateus Martins (15 – Vidal), 9 – Lucão (17 – Thiago Rubi).

Técnico: Cleber Gaúcho

Cartões Amarelos: Grêmio Anápolis: Victor Braga, Baiano; Vila Nova: Henan, Kelvin

Árbitro: Elmo Resende

Auxiliares: Thiago Gomes e Leone Carvalho

Comentários