Goiás

Por causa da seca, Rio Meia Ponte reduz distribuição de água em 50%

Em algumas regiões moradores reclamam da falta de água

diario da manha
Foto/Reprodução

Nesta terça-feira (31), a vazão do Rio Meia Ponte atingiu 2.714 litros de água por segundo. Isso significa que a bacia de água que abastece todo estado de Goiás, está em nível crítico 3. Por causa da seca e a falta de chuva densas, será preciso reduzir a distribuição do manancial entre os municípios. Alguns deles já enfrentaram problemas.

Ainda nesse fim de semana o setor produtivo da bacia do Rio Meia Ponte deve sofrer uma redução de 50% na distribuição da água pelo estado. O nível do Rio Meia Ponte está em situação crítica desde o começo de agosto e caso o ritmo do rio mantenha o mesmo e a vazão do manancial atinja o nível crítico 4, igual ou menor que 2.000 litros/s, um plano de racionamento deverá ser adotado.

O gerente, André Amorim, do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo), ressalta que “O tempo quente e seco, faz o consumo aumentar. Por isso, pedimos para os produtores reduzirem o uso, para a Saneago evitar perdas e para a população consumir de forma consciente neste momento”, diz Amorim.

Ele afirma que por todo o estado, municípios já estão enfrentando dificuldade de conter o avanço da seca. “Todas as bacias estão em um nível crítico. Ninguém escapa”. A Saneago também informou que “a estiagem demanda cautela”.

A chuva que caiu em Goiânia na noite de segunda-feira (30) não teve grandes efeitos do ponto de vista de reabastecimento do Rio Meia Ponte, o que aumentaria a vazão do rio e ajudaria a evitar que o nível de criticidade da bacia aumentasse.

“Para a situação melhorar, teria de chover em cidades como Inhumas e Itauçu. Desta forma, para que a água da chuva se acumulasse no rio e chegasse a um volume maior na captação da capital, era necessário que as precipitações ocorressem em locais como esses. Essa chuva serviu, pelo menos, como um alívio para os goianienses em meio aos dias muitos secos”, completou.

Leia Também

Comentários