Home / Política

POLÍTICA

Prefeito de Iporá alega não se lembrar dos disparos, afirma delegado

Naçoitan Leite informou em depoimento que está em uso de medicamentos após uma cirurgia no estômago, oque causaria perda de memória

Imagem ilustrativa da imagem Prefeito de Iporá alega não se lembrar dos disparos, afirma delegado

O prefeito de Iporá, Naçoitan Leite, preso na manhã desta quinta-feira, 23, suspeito de tentativa de feminicídio contra a ex-esposa, alegou em depoimento prestado a Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) que não se recorda de como se deram os fatos. A informação foi confirmada pelo delegado regional da cidade durante coletiva de imprensa.


		Prefeito de Iporá alega não se lembrar dos disparos, afirma delegado
Fotos: Maria Eduarda Lemes de Souza


De acordo com o Delegado Ramon Queiróz, o prefeito demonstrou profundo arrependimento enquanto apresentava sua versão dos fatos, e alegou não se lembrar dos detalhes que norteiam o fato investigado. Naçoitan disse ao delegado que realizou uma cirurgia no estômago e faz uso de medicações controladas, oque causaria “perda de memória”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

Ainda que tenha alegado não se lembrar do que houve, o prefeito entregou à autoridade policial uma arma de fogo com numeração suprimida, informando ser a utilizada no dia do fato.

“Ele se mostrou bastante arrependido, disse que não se lembra de muitos detalhes, ele não se lembra de ir até a casa da ex, ele afirmou que está fazendo uso de remédios, passou por uma cirurgia do estômago oque causou ainda mais perda de memória, então ele não se recorda de detalhes do fato” disse o delegado. Delegado Ramon Queiróz

Queiróz salientou que o suspeito informou ter apenas flashes de memória, e que após o fato teria acordado dentro da caminhonete, utilizada para invadir a residência da ex, parado em uma estrada.

“Ele fala que acordou já amanhecendo o dia dentro de sua caminhonete, em uma estrada vicinal e começou a ter flashes de memória, não se lembrando de detalhes” Delegado Ramon Queiróz

O delegado relatou, ainda, que o prefeito teria retornado buscado refúgio em uma fazenda e logo depois retornado a casa da ex para retirar de lá um aparelho de gravação de imagens de segurança, que supostamente seria de sua propriedade.

Naçoitan Leite se entregou as autoridades na manhã desta quinta, 23, após permanecer foragido desde o último sábado, 18, data em que ocorreram os fatos. Após prestar depoimento ele foi encaminhado para realização de exames médicos e recolhido no presídio regional de Iporá, onde está a disposição do Poder Judiciário.


		Prefeito de Iporá alega não se lembrar dos disparos, afirma delegado
Reprodução TV Anhanguera


O delegado informou que o inquérito deverá ser concluído nos próximos dias. Naçoitan responderá pelos crimes de tentativa de feminicídio, tentativa de homicídio, fraude processual e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Mais vídeos:

  • POLÍTICA

    Carlos Jordy diz que busca e apreensão contra ele é 'medida autoritária'

    "isso é a verdadeira constatação de que estamos vivendo em uma ditadura. Em momento algum no 8 de janeiro, eu incitei" diz o parlamentar em vídeo

    Publicado quinta-feira, 18 de janeiro de 2024 - 09:55

    / Atualizado quinta-feira, 18 de janeiro de 2024

  • COMUNISTA?

    Vídeo: presidente do PL elogia Lula e afirma que “não há comparação” entre ele e Bolsonaro

    Presidente do PL diz que Lula tem prestígio e que Moro errou na condução do caso

    Publicado sexta-feira, 12 de janeiro de 2024 - 18:06

    / Atualizado sexta-feira, 12 de janeiro de 2024

  • POLÍTICA

    Thammy Miranda e padre Júlio Lancellotti aparecem juntos em vídeo após polêmica sobre CPI

    Thammy havia assinado o requerimento feito pelo vereador Rubinho Nunes (União Brasil). Contudo, anunciou nesta quinta-feira, 4, que estava retirando o apoio

    Publicado sexta-feira, 05 de janeiro de 2024 - 09:10

    / Atualizado sexta-feira, 05 de janeiro de 2024

Leia também:

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias