Política & Justiça

Ancine deve estar alinhada com o ‘sentimento cristão’, diz porta-voz de Bolsonaro

No último mês, Bolsonaro afirmou que pretende extinguir a Ancine

diario da manha
Foto/Reprodução

Otávio do Rêgo Barros, porta-voz da Presidência, disse na última terça-feira (06/08) que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) está analisando todas as possibilidades para orientar os produtos apoiados pela Ancine (Agência Nacional do Cinema) a uma “cultura adequada” e ao “sentimento cristão”.

“É muito importante que o produto da Ancine esteja alinhado com o sentimento da maioria da nossa sociedade, que é 1 sentimento de dever, de cultura adequada, com sentimento cristão. É nesse sentido que o presidente vem sempre defendendo e, às vezes, até mesmo buscando reorientear o produto advindo da Ancine”, disse em entrevista à imprensa, no Palácio do Planalto.

No último mês, Bolsonaro afirmou que pretende extinguir a Ancine, entretanto, a 1ª medida era a de transferir a sede da agência do Rio de Janeiro para Brasília. Além disso, o presidente também criticou o fato do órgão ter autorizado captação de R$ 530 mil para produção do documentário que tratará sobre sua eleição à Presidência em 2018.

No último final de semana, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, pediu, por meio do Twitter, que Bolsonaro reconsiderasse a decisão de transferir a sede da a Agência Nacional do Cinema. De acordo com o porta-voz, o presidente analisa todas as possibilidades em relação à agência, mas deve manter a transferência.

“O presidente vem analisando todas as possibilidades em relação à Ancine, mas, especialmente, porque é preciso compreender que uma agência difusora de cultura deve estar adaptada aos preceitos que a maioria da sociedade vivencia. Então é nesse contexto que a Ancine vai ter que adequar-se e, eventualmente, vai trazer sim a Ancine para Brasília. Está em fase de estudos, o próprio Ministério da Economia vem entendendo quais são características da Ancine. O Ministério do Turismo, o Osmar Terra, também vem trabalhando. Mas o presidente tem foco nisso”, disse.

Comentários