Brasil

Jovem é estuprada após conhecer suspeitos na internet, em Cuiabá

Suspeitos conheceram a vítima pelas redes sociais e a convidaram para uma festa, e afirmaram que haveriam outras garotas no local

diario da manha

Uma jovem de 13 anos foi vitima de um estupro coletivo na virada de ano, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, no Mato Grosso. O caso conforme a publicação de um jornal local foi registrado por volta das 0h30 da última quarta-feira (1º/1).

A adolescente conheceu dois rapazes pela rede social Facebook e acredita que os dois tenham 16 anos, um dos suspeitos a convidou para uma festa e afirmou que no local teriam outras meninas.

De acordo com as informações divulgadas os suspeitos estavam em uma tabacaria da cidade e mandaram um motorista de aplicativo buscar a vítima e levar até eles. Ao chegar ao local designado pelos rapazes, eles estavam acompanhados de outros quatros indivíduos, fumando narguilé e ingerindo bebida alcoólicas.

Jovem foi dopada e estuprada próximo a instituição de ensino superior

Em seguida, todos os envolvidos foram para um clube ao lado da Universidade de Várzea Grande (Univag). No local, os rapazes ofereceram para a adolescente, que imediatamente ficou tonta e começou a passar mal, e afirmou não se lembrar de mais nada.

A menina foi levada para a casa da avó por um motorista de aplicativo e chegou por volta das 12h com a calcinha rasgada e suja, com dores nas partes íntimas e vários hematomas nas pernas. A irmã mais velha da adolescente chamou a polícia e denunciou o caso e pediu um exame de corpo de delito para provar o estupro coletivo.

Dos seis suspeitos do crime, dois foram identificados apenas pelo primeiro nome, os outros seguem sem identificação. O caso foi registrado como estupro e furto e é investigado pela Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) de Várzea Grande.

Comentários