Brasil

Irmã de Marielle Franco reclama de falta de resposta sobre a morte da vereadora

Anielle diz se sentir angustiada com a troca de profissionais na investigação do caso e teme que o crime seja esquecido

diario da manha
Foto: Reprodução

Às vésperas de completar quatro anos, os assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, ocorridos na noite de 14 de março de 2018, ainda deixam uma série de perguntas sem respostas. O caso já está no quinto delegado e dois presos vão a júri popular.

A irmã da vereadora, Anielle Franco reclamou a falta de resposta na investigação do caso e pede por justiça. As trocas de delegados responsáveis pela investigação do caso preocupam a família. De acordo com irmã de Marielle, a troca de profissionais tem o deixado angustiada e apreensiva de que o caso seja esquecido.

Em março do ano passado, a Justiça do Rio determinou que o PM reformado Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz sejam julgados por júri popular pelas duas mortes. Os dois respondem por duplo homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, emboscada e sem dar chance de defesa às vítimas.

Segundo informações do G1

Leia também:

Comentários