Cidades

Promoter é preso suspeito de agredir ex-noiva em Goiânia

O suspeito passou por uma audiência, no entanto o Tribunal de Justiça de Goiás ( TJ_GO) ainda não informou sobre a atual situação do suspeito

diario da manha

A arquiteta Anna Helisa Porto, de 30 anos, denuncia que foi agredida pelo ex-noivo, em Goiânia. Ela diz que estava em um carro de transporte de aplicativo e foi perseguida pelo promoter, de 30 anos, até que uma viatura da Polícia Militar conseguiu abordá-lo e o prendeu.

A situação ocorreu no último domingo, 15. Um vídeo mostra quando o ex dá um tapa no rosto dela e quando, logo depois, a PM aparece. A arquiteta contou que sofreu ameaças do ex e e que foi coagida a ter relação sexual com ele após sair de uma festa na madrugada de domingo e ser perseguida pelo suspeito.

Anna conta que se relacionou com o ex por sete meses, no ano passado. Depois, eles voltaram em novembro e terminaram de novo em fevereiro deste ano. Ela diz que não foi a primeira vez que foi agredida pelo homem. Inclusive, a arquiteta contou que já chegou a denunciá-lo na polícia outras vezes.

O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil e Anna passou por exames no Instituto Médico Legal (IML). O suspeito passou por uma audiência, no entanto o Tribunal de Justiça de Goiás ( TJ_GO) ainda não informou sobre a atual situação do suspeito.

Segundo informações do G1

Leia também:

Comentários